DIVIDENDOS

Eletromidia (ELMD3) compra a Ótima, por R$ 416,7 milhões; empresa é dona de painéis de ônibus em SP

A Eletromidia fez a primeira aquisição desde o IPO e comprou 75% da Ótima, responsável pelos painéis de propaganda dos pontos de ônibus em SP

Eletromidia (ELMD3) compra a Ótima, por R$ 416,7 milhões; empresa é dona de painéis de ônibus em SP
Eletromidia (ELMD3)

A Eletromidia (ELMD3) anunciou nesta segunda-feira (26) que adquiriu 74,65% das ações da Ótima, empresa dona dos painéis que ficam nos pontos de ônibus da cidade de São Paulo. 

Por meio de sua subsidiária Publibanca Brasil, a Eletromidia desembolsou R$ 416,7 milhões na compra. Serão R$ 356.954.315,75 milhões pagos à vista e R$ 59.804.557,41 milhões parcelados, de acordo com fato relevante

Com isso, a empresa de propaganda digital, pioneira no seu setor na bolsa de valores, passa a ter participação majoritária na Ótima. Já o Grupo Ruas mantém sua posição na sociedade, porém com 25,35% de posição, enquanto o Grupo Bandeirantes – outro acionista importante – vendeu toda sua parte. 

A Ótima tem 3.737 painéis em São Paulo, instalados em pontos de ônibus por onde circulam cerca de 3,5 milhões de pessoas diariamente. Essa concessão aconteceu em 2013, após a empresa ganhar a licitação da prefeitura, e se estenderá por mais 17 anos. 


“A aquisição da Ótima é complementar à presença da Eletromidia no setor vertical de ruas e inaugura sua entrada no segmento de mobiliário urbano na cidade de São Paulo, principal mercado anunciante do país”, afirma a Eletromidia em documento ao mercado. 

Eletromidia após IPO 

Trata-se da primeira aquisição da Eletromidia após o seu IPO, em fevereiro deste ano, quando a empresa de propaganda controlada por um fundo da HIG movimentou R$ 700 milhões em uma oferta primária – ou seja, direito para o caixa próprio. 

A Ótima tem um share entre 8% e 10% do mercado de mídia out of home (OOH). A Eletromidia é líder, com 25% de share. A companhia estima sinergias operacionais e administrativas que podem gerar R$ 107,2 milhões em Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) em 2022.

Não se trata da estreia da Eletromidia em publicidade de rua. Forte em edifícios comerciais, metrôs e trens urbanos, a empresa já tem operação OOH em cidades como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Brasília. 

Com isso, a expectativa é que haja sinergia entre as áreas comerciais e de vendas de serviços também. 

A Eletromidia vale R$ 2,9 milhões na bolsa de valores. Seus papéis valorizaram 27,9% desde o IPO e hoje estão subindo mais de 2% com a compra da Ótima, negociados a R$ 22,39 às 12:10.

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se