EDP Brasil (ENBR3) vende três lotes de transmissão avaliados em R$ 1,33 bilhão

EDP Brasil (ENBR3) vende três lotes de transmissão avaliados em R$ 1,33 bilhão
Sede da EDP Brasil. Foto: Divulgação

A EDP (ENBR3) assinou um contrato de compra e venda com uma empresa detida pela Actis Assessoria Investimentos para formalizar a alienação de 100% do capital social de três ativos de transmissão detidos pela companhia de energia.

De acordo com comunicado ao mercado desta terça-feira (19), o valor dos ativos somam R$ 1,329 bilhão, considerando a data base de março de 2021. A EDP informa que ainda será ajustado de acordo com a data de fechamento da transação.

Os ativos vendidos pela EDP são os seguintes:

  • EDP Transmissão (Lote 24),
  • EDP Maranhão I (Lote 7) e
  • EDP Maranhão II (Lote 11),

Ao todo, a soma de lotes alienados chega a 439 km de extensão, com uma Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 131 milhões.

“Esse movimento comprova a capacidade da EDP Brasil na geração de valor através da entrega antecipada de ativos em construção, com alta qualidade operativa e baixo perfil de risco“, diz o documento.

Por fim, a EDP informou que a operação está sujeita à aprovação pelo CADE, pela ANEEL e pelo Banco do Nordeste do Brasil e debenturistas.

Subsidiária da EDP Brasil arremata leilão da Celg T

A Pequena Central Hidrelétrica, subsidiária da EDP Brasil, arrematou na quinta-feira (14) os ativos da estatal de transmissão de energia elétrica de Goiás, Celg T, por R$ 1,977 bilhão.

A empresa, vendida em leilão na B3 (B3SA3), angariou um prêmio de 80% em cima do preço inicial, de R$ 1,097 bilhão. Participaram do leilão a Isa Cteep (TRPL4), Cymi e a MEZ Energia.

Com a aquisição, a EDP Brasil passará a administrar um total de 755,5 km em linhas de transmissão e 11 subestações conectadas ao Sistema Interligado Nacional (SIN), nos Estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Ao todo, os ativos geram uma Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 238 milhões.

Para o analista da Ativa Investimentos Ilan Arbetman, embora a compra represente um alto potencial de sinergias, o alto prêmio pago pela Celg T levanta dúvidas.

“Consideramos os dados operacionais como positivos enquanto a aquisição. Apesar de fornecer potencialmente sinergias que podem ser exploradas, possui caráter mais dúbio em função do alto ágio pago pela companhia”, afirma.

Última cotação da EDP nesta terça (19)

Às 10:40 desta terça-feira, a cotação da EDP Brasil na bolsa de valores apresentava queda de 1,09%, com as ações ENBR3 sendo negociadas a R$ 19,09.

Nos últimos 12 meses, os papéis da EDP acumulam 10,85% de valorização, sendo negociados a R$ 19,88 na máxima e a R$ 16,16 na mínima.

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!