Balanços da semana

Renda Fixa “turbinada” salva retorno de fundos de investimentos em outubro; entenda

Nem ações de empresas nem fundos multimercados. De acordo com relatório da XP, outubro foi o mês dos fundos de crédito privado, que investem em títulos de renda fixa emitidos por empresas.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Os fundos que chamamos aqui de “renda fixa turbinada” estão em franca recuperação. desde o mês de junho deste ano. “Tanto a captação quanto os spreads de crédito nos títulos de alta qualidade seguiram com um movimento positivo”, diz o relatório.

Após um início de ano conturbado após a crise das Americanas, o mercado voltou a oferecer títulos com prêmios robustos, beneficiando os fundos do setor.

Por outro lado, quem sofreu, mais uma vez, foi o segmento de fundos multimercados, impactados negativamente pela pior performance dos ativos de risco. O índice IHFA, o principal de fundos multimercados do Brasil, apresentou uma variação de -0,5%.

Além dos fundos multimercados, os fundos de ações tiveram um desempenho negativo, influenciados pela queda da bolsa de valores. Depois de quatro meses seguidos de alta, setembro e outubro foram negativos.

Isso ocorreu “principalmente pelas altas nas taxas de juros americanas, reflexo de uma piora na percepção de risco, decorrente de um cenário em que os juros precisarão ficar altos por mais tempo”, comenta a XP.

Veja quem “puxou para cima” o desempenho dos título privados de renda fixa

Em relatório publicado, a AZ Quest comenta que o mercado local de crédito high grade seguiu resiliente, com a valorização dos ativos. Porém, os ganhos foram mais brandos que nos meses anteriores. Mesmo assim, os fundos da casa tiveram resultados acima do CDI.

Dos ativos que mais contribuíram com a boa performance dos seus fundos de crédito, estão as debêntures em CDI. Os gestores conseguiram aliar a estratégia de carrego dos fundos com expressivo ganho de capital na venda de alguns ativos. Os resultados só não foram melhores em virtude do desempenho negativo das debêntures incentivadas.

O melhor resultado foi do AZ Quest Supra FIC FIM CP, que rendeu 1,47% em outubro, o equivalente a 147,3% do CDI. “No mercado local, as diversas estratégias apresentaram bons resultados, com destaque para a carteira de CDI alavancada”, explica o gestor.

Outro que alcançou bons números em renda fixa foi o AZ Quest Altro, com rendimento de 1,20% (120,4% do CDI). As estratégias com debêntures “deram certo”. Em contrapartida, o fundo AZ Quest Debêntures Incentivadas teve rendimento negativo no mês, de 0,40%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Gustavo Bianch

Compartilhe sua opinião