Semana do Fiagro

Onda de cortes nas startups: Ebanx demite cerca de 340 funcionários

Onda de cortes nas startups: Ebanx demite cerca de 340 funcionários
Sede do EBANX em Curitiba, Paraná. Foto: EBANX/Divulgação

Os colaboradores da Ebanx tiveram um difícil início de semana. Nesta terça-feira (21), o unicórnio brasileiro de pagamentos internacionais anunciou a demissão de cerca de 340 funcionários do seu quadro de 1,7 mil pessoas.

A reestruturação da companhia segue a onda de demissões ocorridas nas últimas semanas em diversas startups de tecnologia, que buscam reduzir custos em meio à crise econômica.

“A decisão foi tomada com base no cenário atual do mercado de tecnologia como um todo, impactado de forma profunda e veloz pelo ambiente macroeconômico. O Ebanx mantém o compromisso com sua sustentabilidade e crescimento, seguindo na missão de gerar acesso entre consumidores e empresas globais”, disse a Ebanx em nota.

Segundo a agência de notícias Reuters, a demissão foi feita via videochamada, e posteriormente foram desligados todos os acessos correspondentes aos sistemas da companhia, como o email corporativo ou a plataforma de mensagens Slack.

Ao longo do primeiro semestre de 2022, diversas startups brasileiras decidiram cortar ampla fatia do seu quadro de funcionários. Além da Ebanx, companhias de como a Mercado Bitcoin, QuintoAndar, Vtex, Kacak, Favo, Loft e Facily dispensaram dezenas de colaboradores, fechando inclusive setores inteiros dentro das respectivas empresas em alguns casos.

Cerca do 20% do quadro da Ebanx agora está em busca de novas oportunidades, e nas redes amigos e colegas compartilham planilhas com dados dos ex-funcionários da startup para ajudá-los a se realocar no mercado.

De acordo com a empresa, foram descontinuados diversos projetos — sem detalhes de quais foram —, principalmente os que se encontravam fora do escopo matriz da startup: os pagamentos internacionais.

A Ebanx afirma que todas as pessoas afetadas pela decisão desta terça-feira terão acesso a um pacote de benefícios que inclui a extensão do plano de saúde e o computador de trabalho, por exemplo.

Classificada como startup unicórnio brasileira desde outubro de 2019, a empresa fundada há uma década colabora com diversas empresas estrangeiras proporcionando soluções de pagamentos em moeda local.

Em junho do ano anterior, a Ebanx arrecadou U$ 430 milhões em uma rodada da Advent International. E em dezembro desse mesmo ano a empresa adquiriu a plataforma de transferências monetárias Remessa Online por R$ 1,2 bilhão.

 

Tags
Jorge C. Carrasco

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO