Direcional (DIRR3) alcança a marca de R$ 1,2 bi em vendas, alta de 76%, em prévia do 4T23

A Direcional (DIRR3) anunciou nesta segunda-feira, 15, que as vendas líquidas do quarto trimestre de 2023 atingiram R$ 1,22 bilhão, uma alta de 76% em relação ao mesmo período do ano imediatamente anterior, de acordo com a prévia operacional.  

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

A Direcional no 4T23 teve um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 1,39 bilhão, valor 31,4% maior que o visto no mesmo intervalo de 2022, quando havia registrado R$ 1,05 bilhão.

Além dos valores expressivos tanto das vendas quanto dos lançamentos, a empresa voltada para o público de baixa renda lançou 15 empreendimentos no trimestre.   

A velocidade de vendas (VSO) da Direcional, que mede a oferta imobiliária, foi de 19% no quarto trimestre do ano passado, uma elevação de 4,4 ponto percentual (p.p). Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa explicou que, desconsiderando as vendas do programa Pode Entrar, a VSO foi de 16% no período.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-Dkp-1.png

Os terrenos da Direcional

Ao longo do último trimestre de 2023, o grupo Direcional adquiriu 16 terrenos, com um potencial de construção de, aproximadamente, 8 mil unidades e VGV de R$ 2,1 bilhões. Considerando todo o ano, o VGV potencial totalizou R$ 8,7 bilhões, a um custo médio de aquisição de 11%, com 92% do pagamento ocorrendo por meio de permuta.

Venda em 2023

Com a efetividade de algumas parcerias para construção de projetos e a entrada no programa Pode Entrar, a Direcional diz que teve em 2023 um dos melhores anos da sua história.  

No ano passado, as vendas líquidas da Direcional atingiram R$ 4 bilhões, um valor 33,1% maior que o visto em 2022. Segundo a companhia, o crescimento foi observado em todos os segmentos, com os produtos da marca Riva crescendo 50% no período, enquanto as vendas do segmento Direcional (DIRR3) cresceram 25%, considerando os dois projetos do programa Pode Entrar, que contribuíram para um VGV de R$ 206 milhões.

Já as vendas de lançamentos subiram 33,6% no ano ante o mesmo intervalo do ano anterior, para R$ 4,85 bilhões. “[Esse é] o maior patamar já lançado em um ano pela companhia, reafirmando a franca evolução desempenhada pelo grupo ano após ano”, afirma a Direcional.  

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240-2.png

Compartilhe sua opinião