Datora, provedora de serviços de tecnologia, pede registro para IPO

Datora, provedora de serviços de tecnologia, pede registro para IPO
Servidores. Foto: Pixabay

A Datora, que atua na venda de serviço de plataformas operacionais, protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pedido de registro para uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

Segundo minuta do prospecto preliminar, o IPO da Datora consistirá em uma oferta pública de distribuição primária e secundária de ações ordinárias.

Os recursos líquidos captados por meio da oferta primária serão destinados a:

  • aquisições para crescimento inorgânico;
  • investimento em inovações tecnológicas;
  • fortalecimento da capacidade financeira.

As ações de emissão da empresa passarão a ser negociadas no Novo Mercado da Bolsa de Valores de São Paulo (B3).

A operação será coordenada pelo  Itaú BBA (Coordenador Líder), UBS BB, BTG Pactual (BPAC11) e Morgan Stanley.

Receita líquida da Datora cresceu para R$ 534,160 mi

Fundada em 1993, a companhia atua no mercado de tecnologia fornecendo serviços por meio de suas plataformas operacionais no formato Communication Platform as a Service (CPaaS).

A Datora também trabalha no mercado B2B2X, em que atende o mercado corporativo. A empresa oferece soluções que podem ser usadas por clientes finais no setor agropecuário, mercado pet, indústria 4.0 ou em qualquer dispositivo que precise se conectar.

De forma sincronizada, a empresa atua em quatro segmentos:

  • CPaaS-IoT, em que provê serviços de valor agregado com a finalidade de conferir eficiência, agilidade e competitividade.
  • CPaaS-Geral, que tem como produto e serviço principal a oferta de um pacote whitelabel de telefonia fixa, móvel e de dados, além do portfólio de Internet of Things (IoT).
  • CPaaS-OTT (Over The Top), para oferecer serviços de conectividade que permitem às OTTs
    autenticar usuários.
  • Voz sobre Protocolo de Internet (VoIP), que funciona como alicerce das operações de CPaaS, serviço escalável e que permite autonomia operacional.

No ano passado, a receita líquida da Datora cresceu para R$ 534,160 milhões, ante uma base de R$ 179,906 milhões, em 2019. O lucro líquido da companhia saiu de R$ 7,995 milhões, em 2019, para R$ 31,300 milhões.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!