Patrocinado por:

CPI da Covid recebe 173 pedidos de investigação no primeiro dia

CPI da Covid recebe 173 pedidos de investigação no primeiro dia
Os senadores Rodrigues, Aziz e Calheiros. Foto: Marcelo Camargo - Agência Brasil

A CPI da Covid recebeu em seu primeiro dia de funcionamento 173 solicitações de investigação sobre a conduta do governo de Jair Bolsonaro no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Entre os requerimentos, há pedidos para que sejam ouvidos os quatro ministros da Saúde que passaram pelo governo, o atual Marcelo Queiroga, Eduardo Pazuello, Nelson Teich e Luiz Henrique Mandetta. Para que as solicitações sejam atendidas é necessário serem pautadas pelo presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, para serem votadas pela comissão.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Os requerimentos solicitam também informações sobre o fornecimento de respiradores, equipamentos de proteção individual (EPIs), “kit intubação”, abertura de leitos, fornecimento de oxigênio, aquisição de vacinas, seringas e distribuição de cloroquina para o chamado tratamento precoce.

Os pedidos também fazem referência à crise no fornecimento de oxigênio hospitalar em Manaus (AM). O vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues, solicitou todos os documentos sobre o tema, enquanto que o senador Alessandro Vieira pediu que sejam convocados os gestores da cidade.

“É fato público e notório que Manaus está em colapso com o avanço dos casos de covid-19: as internações e os enterros bateram recordes, as unidades de saúde ficaram sem oxigênio e pacientes estão sendo enviados para outros estados. Lotados, os cemitérios precisaram instalar câmaras frigoríficas”, justificou Rodrigues.

CPI da Covid elege Omar Aziz como presidente e Renan Calheiros, relator

A CPI da Covid foi instalada ontem e elegeu como seu presidente, o senador Omar Aziz e Renan Calheiros para ser o relator do colegiado.

O senador Aziz foi eleito com oito votos, de um total de 11 e após isso, o presidente eleito escolheu Calheiros para ser o relator. A nomeação do relator foi alvo de disputa judicial, que teve seu último ato em decisão proferida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1 ) quando a CPI já realizava sua reunião.

O MDB, de Calheiros, é a maior bancada do Senado, enquanto o PSD, de Aziz, fica em segundo lugar. Por isso, o resultado da eleição já era previsto como parte de um acordo entre os integrantes da CPI.

Na semana passada, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, decidiu que a CPI da Covid deverá atuar em investigações do dinheiro federal que foi para cidades e estados, além de eventuais omissões do governo no combate ao vírus.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião