Vitor Mineo

Existe idade máxima para começar a investir?

Investir pode ser uma estratégia importante para garantir a segurança financeira durante a aposentadoria e até mesmo deixar um legado para os herdeiros

Geralmente divide-se as fases dos investimentos em duas, acúmulo de patrimônio e utilização da renda passiva gerada pela carteira. No caso de iniciar os investimentos com uma idade mais avançada se pode partir diretamente para a segunda fase, pois na maioria das vezes o período de acumulação de patrimônio pela força de trabalho já atingiu seu ápice, e tende a diminuir à medida que se aproxima da aposentadoria. Investir pode ser uma estratégia importante para garantir a segurança financeira durante a aposentadoria e até mesmo deixar um legado para os herdeiros. Existem diversos motivos para se investir na velhice.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

A expectativa de vida não só dos brasileiros, mas como de todo o mundo está em constante aumento, reflexo de avanços na qualidade de vida e medicina. Em 2011 a expectativa de vida do brasileiro era de 74 anos, e hoje está em 77 anos (segundo o IBGE). Investir pode ajudar a garantir recursos suficientes para manter um padrão de vida semelhante à quando a pessoa possuía uma renda ativa (caso já esteja aposentada), e por um período de tempo maior pois o período que a pessoa vive aposentada está cada vez mais longo.

Outro fator que se deve levar em consideração é a inflação, que pode corroer o patrimônio ao longo do tempo. Investir em ativos que superem a inflação ajuda a manter o poder de compra durante a aposentadoria. A regra mais importante nos investimentos é nunca perder dinheiro. Essa frase tem ainda mais importância quando se trata de investidores com uma idade mais avançada e sem uma capacidade de expressiva de geração de renda. Caso haja perda de poder de compra ou de patrimônio o investidor não tem mais o fator tempo ao seu favor.

Alguns investimentos como ações e principalmente fundos imobiliários podem gerar uma renda passiva regular que pode ser usada para cobrir despesas. Essa geração de renda passiva é um complemento de renda muito importante para se manter o mesmo padrão de vida que se tinha pré-aposentadoria. Apesar de a maioria das pessoas nessa fase da vida já não terem a necessidade de realizar grandes compras, com a idade podem surgir outras despesas relevantes no orçamento, como gastos com saúde (medicamentos, tratamentos e convenio médico). Esse aumento nas despesas ocorre justamente quando a receita cai, aumentando a importância da renda passiva.

Um fator que se deve levar em consideração quando se inicia no mundo dos investimentos é a diversificação, estratégia mais importante no gerenciamento dos riscos. Mesmo na velhice, o investidor pode diversificar seus investimentos em diferentes classes de ativos para reduzir a exposição ao risco. Geralmente pessoas que nunca investiram tendem a deixar todo patrimônio alocado em um único ativo, por facilidade e insegurança devida à falta de conhecimento dos tipos de ativos financeiros. Quanto mais avançada é a idade do investidor, menos arriscado deve ser seu portfólio, por não ter recursos para reiterar o patrimônio através de aportes em caso de perdas – e nem um longo período de tempo como um jovem investidor teria para recuperar seu patrimônio.

Investir permite que você acumule riqueza que pode ser transmitida para herdeiros ou usada para apoiar causas em que a pessoa acredita. Caso o investidor já esteja financeiramente estável e não necessite realizar investimentos para complementar a própria renda e manter o padrão de vida, ele pode querer organizar seu patrimônio já pensando na próxima geração, tanto em questão de valores como no operacional da transferência desse patrimônio aos seus herdeiros através do planejamento de sua sucessão patrimonial.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

Mesmo com uma idade mais avançada, o investidor pode ter objetivos ainda em aberto como viajar, comprar um imóvel, ou apoiar a educação dos filhos e netos. O investimento se torna uma ferramenta importante para viabilizar tais feitos sem comprometer seu orçamento, com um planejamento financeiro estruturado e um portfólio adequado ao perfil de investidor.

Segundo levantamento do IBGE, quase metade dos aposentados (46%) dependem de familiares para sobreviver e apenas 1% possui liberdade financeira. Ao investir é possível manter sua independência financeira, reduzindo a dependência de programas governamentais que estão sempre sujeitos a alterações, ou ajuda de familiares.

É importante notar que o tipo de investimento e a estratégia variam dependendo da idade da pessoa, tolerância ao risco e objetivos financeiros específicos. O suporte de um profissional da área é imprescindível no desenvolvimento de um plano de investimento personalizado para cada investidor e acompanhamento constante, pois tanto os investimentos como os objetivos são dinâmicos.

Não, nunca é tarde para começar a investir, mesmo após atingir uma certa idade. Como diz o ditado, o melhor momento para se plantar uma árvore foi há 20 anos – o segundo melhor momento é hoje. Investir mesmo não sendo tão jovem pode ser uma estratégia inteligente para garantir sua segurança financeira, manter o padrão de vida e alcançar objetivos. Não importa a idade, o investimento responsável pode contribuir para um futuro financeiro mais estável e confortável, não só para o investidor, mas também para seus dependentes e herdeiros.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Nota

Os textos e opiniões publicados na área de colunistas são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a visão do Suno Notícias ou do Grupo Suno.

Vitor Mineo
Mais dos Colunistas
Tiago Ferreira Alternativos sempre, diversificação também

É sabido que o cenário global aponta para um período de taxas de juros mais elevadas, possivelmente mais prolongado do que estava previsto. Adicionalmente, o forte des...

Tiago Ferreira
Arnaldo Mantoan Planejamento patrimonial para a família empresária: 5 estruturas para serem consideradas

“E a herança? (…) Porque depois da morte de seu pai poderia caber, por baixo, quarenta mil rublos, e talvez até mais, a cada um dos três irmãos, porém, casasse Fiódor ...

Arnaldo Mantoan

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno