Victor Bessa

Warren Buffett + Chat GPT: A melhor combinação para o investidor de longo prazo?

E se fosse possível treinar uma inteligência artificial para buscar e analisar dados e balanços de diversas empresas com base na mesma metodologia de investimento utilizada por Warren Buffett?

Warren Buffett é, sem dúvida, uma das maiores referências para os investidores de longo prazo. O velhinho possui vasta experiência no mercado e é um dos adeptos do Value Investing. Seguindo essa metodologia de investimentos, ele conquistou uma rentabilidade histórica próxima de 20% ao ano entre 1950 e 1993.

De forma simples, essa estratégia representa a busca por empresas de qualidade que estejam sendo negociadas no momento a preços mais baixos do que realmente valem.

No entanto, tomar boas decisões de investimento e alcançar os grandes feitos de Buffett não é uma tarefa simples. Em uma entrevista, Buffett comentou que gasta cerca de seis horas por dia lendo cinco jornais e 500 páginas de balanços de empresas. Isso é completamente impossível para a maioria das pessoas, que passam a maior parte do tempo em seus respectivos trabalhos e, portanto, não têm disponibilidade para dedicar tanto tempo aos seus investimentos.

Mas e se fosse possível treinar uma inteligência artificial para buscar e analisar dados e balanços de diversas empresas com base na mesma metodologia de investimento utilizada por Warren Buffett?

É sobre isso que falaremos hoje: se é possível explorar a combinação do conhecimento de Warren Buffett e o poder do Chat GPT para beneficiar o investidor de longo prazo.

O que é o Chat GPT e como ele funciona?

O Chat GPT é um modelo avançado de linguagem desenvolvido pela OpenAI que pode interagir, gerar e colaborar com o usuário em diversas tarefas. Essas tarefas podem ir desde uma simples correção de texto até a programação de um site. Por isso, diversos profissionais começaram a utilizar o Chat GPT no dia a dia para otimizar o tempo e facilitar a realização de algumas tarefas, inclusive na área de investimentos.

Ao estudar a ferramenta, percebi que ela é muito boa para obter informações simples sobre notícias do mercado financeiro, dúvidas sobre indicadores e outras tarefas desse tipo. Mas será que essa ferramenta pode ser útil para um investidor encontrar boas empresas para investir no longo prazo?

Utilizando o Chat GPT nos investimentos

Decidi fazer um teste: filtrar empresas para investir com base na filosofia de Warren Buffett.

Para começar, se vamos adotar a filosofia de investimentos do Oráculo de Omaha, é importante seguirmos algumas diretrizes fundamentais:

  • Seguir uma análise fundamentalista.
  • Foco em empresas com vantagens competitivas duradouras.
  • Avaliação de riscos e margem de segurança.
  • Investimento de longo prazo e paciência.
  • Aproveitar as oportunidades do mercado.

Hoje, irei testar a capacidade do ChatGPT nos ajudar com os 2 primeiros tópicos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-3.png

Uma prática comum de Buffett antes de investir em uma empresa é fazer um “filtro inicial”, analisando alguns números e indicadores nos balanços, e selecionando aquelas que mais chamaram sua atenção para realizar um estudo mais aprofundado. Então, vamos tentar terceirizar esse filtro inicial com base na análise fundamentalista para o ChatGPT.

Quando falamos de análise fundamentalista, existem diversos indicadores que podemos analisar para avaliar a qualidade de um ativo. Nesse teste, vamos nos concentrar em 3 indicadores:

ROE – Retorno Sobre o Patrimônio Líquido: um indicador de rentabilidade que serve para determinar o quão eficiente é uma empresa na geração de lucro a partir de seus recursos.

Margem Líquida: um indicador de eficiência que mostra a razão entre o Lucro Líquido e a Receita Líquida de uma companhia após a dedução de impostos e tributos.

Dívida Líquida/Patrimônio Líquido: esse é um indicador de endividamento que nos mostra o quanto um negócio utiliza de capital de terceiros para financiar suas atividades em relação ao patrimônio dos seus acionistas.

É importante ressaltar que neste teste irei utilizar a tecnologia do ChatGPT 4.0, integrada ao navegador Bing da Microsoft, o que permite que a IA busque informações atualizadas através da internet.

Agora, vamos supor que você queira iniciar seu filtro por empresas da B3 que possuem um elevado índice de rentabilidade. Podemos fazer o seguinte pedido ao Chat GPT:

A resposta que obtive em 3 segundos foi essa logo abaixo:

A plataforma forneceu informações de forma rápida e também indicou a fonte dos dados, que coincidem exatamente com as informações disponíveis no site no momento em que este artigo foi escrito.

Claramente, esse foi um pedido simples, considerando apenas um indicador fundamentalista. Agora, vamos aprimorar a seleção utilizando os três indicadores mencionados anteriormente:

“Liste empresas que tenham um ROE acima de 15%, margem líquida acima de 15% e dívida líquida/patrimônio líquido abaixo de 1.”

Ele fez uma nova lista de 5 empresas que atenderam aos requisitos que solicitei. No entanto, percebi uma inconsistência. O ROE e a margem líquida estão exatamente iguais aos valores do site, mas o DL/PL apresenta uma divergência.

Vamos prosseguir e fazer mais um pedido relacionado à segunda diretriz: vantagens competitivas.

Embora na imagem tenha apenas os bullet points da SUZB3, o Chat GPT identificou vantagens competitivas em todas as empresas da lista anterior e explicou cada uma delas.

Notei que alguns dos pontos realmente representavam uma forte vantagem competitiva da empresa, enquanto outros eram apenas um resumo do negócio da empresa.

Após esses pequenos testes, é evidente que a ferramenta pode ser útil ao ajudar os investidores a obter informações relevantes de forma rápida e objetiva. No entanto, às vezes ela pode fornecer informações incorretas, incompletas ou até mesmo fora do tema solicitado. Isso indica que, por ser uma tecnologia em desenvolvimento, ainda existem algumas inconsistências e, portanto, não se pode confiar totalmente nos resultados.

Conclusão

Investir no mercado de ações pode ser um desafio, especialmente para investidores com pouco tempo disponível para estudar e se dedicar a esse mercado. No entanto, o avanço da inteligência artificial (IA) é uma forma de aliviar a carga de trabalho operacional e de pesquisa de dados prévios necessários antes de fazer um investimento, além de ajudar a minimizar os riscos decorrentes de vieses comportamentais.

Já existem exemplos de inteligência artificial sendo utilizada no mercado financeiro, como fundos nos Estados Unidos e alguns no Brasil que possuem gestão baseada em algoritmos, como os Fundos Quânticos.

No entanto, é importante ressaltar que as IAs têm suas limitações, especialmente quando se trata de interpretar eventos ou situações únicas que exigem julgamento mais subjetivo. Além disso, a qualidade das respostas e resultados de uma IA depende do treinamento e da qualidade dos dados fornecidos por humanos.

Portanto, a experiência, inteligência emocional e conhecimento técnico do mercado são fundamentais e desempenham um papel crucial nos resultados da carteira de investimentos. A IA é apenas uma ferramenta no arsenal do investidor para auxiliar na tomada de decisões, mas dificilmente substituirá a experiência e sabedoria de grandes investidores como Warren Buffett e Peter Lynch no mercado de investimentos.

Esta matéria foi escrita pelo time da Suno Consultoria. Para conhecer melhor este serviço da Suno, clique aqui

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Nota

Os textos e opiniões publicados na área de colunistas são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a visão do Suno Notícias ou do Grupo Suno.

Victor Bessa
Mais dos Colunistas
Rodrigo Vieira A receita do investidor de sucesso

Após 17 anos investindo, eu aprendi com os meus erros, o que os grandes investidores já diziam há décadas em seus livros e/ou biografias sobre as principais caracterís...

Rodrigo Vieira
Rodrigo Amato Debêntures: protagonismo no mercado de capitais

Os ventos parecem soprar a favor do mercado de capitais brasileiro. O setor registrou recorde de captação no primeiro trimestre de 2024: R$ 130,9 bilhões, crescimento ...

Rodrigo Amato

Compartilhe sua opinião