Thais Borges

Por que ressignificar o setor tributário é privilegiar a atuação humana?

Explorando o impacto das soluções tecnológicas no setor tributário e como elas libertam os profissionais para atuar estrategicamente, valorizando a expertise humana

O setor tributário é um pilar fundamental da economia, garantindo que o Estado possa prover serviços essenciais à sociedade. No entanto, é um território muitas vezes marcado por complexidade, regulamentações detalhadas e inúmeras obrigações fiscais. Em meio a essa complexidade, a ressignificação do setor tributário emerge como um caminho crucial para otimizar sua atuação. Dado este contexto, devemos pensar em como a introdução de soluções tecnológicas tem sido um divisor de águas, impulsionando a produtividade e a inteligência analítica no setor tributário. E mais importante ainda, discutir como essa inovação beneficia e valoriza as pessoas envolvidas no âmbito fiscal.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

O cenário tributário moderno

O mundo dos impostos é extenso e intricado. Profissionais tributários têm a responsabilidade de entender e aplicar um vasto conjunto de regulamentações, acompanhar mudanças na legislação, gerenciar o cumprimento das obrigações fiscais e, ao mesmo tempo, buscar oportunidades de otimização para suas organizações ou clientes. Este cenário demanda habilidades analíticas aguçadas e uma abordagem meticulosa.

Entretanto, a revolução tecnológica está transformando a maneira como o setor tributário opera. O surgimento de soluções inovadoras, como a automação de processos, a inteligência artificial e a análise de dados, tem simplificado muitas das tarefas rotineiras, liberando os profissionais tributários para focar em atividades mais estratégicas e complexas. Isso tem se traduzido em benefícios operacionais significativos, como redução de erros, maior eficiência e maior capacidade de resposta às mudanças regulatórias.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

O divisor de águas tecnológico

A tecnologia é, sem dúvida, um divisor de águas no setor tributário. Podemos observar alguns dos principais benefícios que essas soluções têm trazido para a área:

  1. Automação de Processos

A automação de tarefas repetitivas e demoradas é uma das maiores contribuições da tecnologia. Ela não apenas economiza tempo, mas também reduz a probabilidade de erros humanos. A automação de processos como a preparação de declarações fiscais, o cálculo de impostos e a geração de relatórios permite que os profissionais tributários se concentrem em tarefas mais estratégicas e analíticas.

  1. Análise de Dados e Inteligência Artificial

A análise de dados e a inteligência artificial capacitam os profissionais tributários a extrair informações valiosas de grandes volumes de dados. Isso não somente ajuda na tomada de decisões informadas, como possibilita a identificação de tendências e oportunidades fiscais que, de outra forma, passariam despercebidas.

  1. Acesso a Informações em Tempo Real

A tecnologia permite o acesso instantâneo a informações fiscais e regulatórias em constante mudança, o que abre portas para uma adaptação mais ágil às mudanças e ajuda as organizações a cumprir suas obrigações fiscais de forma mais precisa e oportuna.

A inovação como valorização humana

A ressignificação do setor tributário tem um forte viés de eficiência operacional, mas não para por aí. Ela também é um caminho para valorizar e empoderar as pessoas que trabalham nesse campo. A introdução de tecnologias avançadas significa que os profissionais tributários podem se concentrar em atividades mais estratégicas e criativas, aproveitando ao máximo suas habilidades analíticas e de resolução de problemas.

Além disso, a redução da carga de trabalho operacional por meio da automação aumenta a satisfação dos profissionais e contribui para uma melhor qualidade de vida no trabalho. Isso é especialmente importante em um setor que, muitas vezes, é conhecido por suas longas horas e alta pressão.

Obter uma valorização humana no setor tributário também se estende à capacidade de fornecer serviços de consultoria de maior valor. Com a tecnologia lidando com tarefas rotineiras, os profissionais tributários podem se concentrar em oferecer orientação estratégica, antecipando mudanças regulatórias e identificando oportunidades fiscais que podem beneficiar seus clientes ou organizações.

A ressignificação do setor tributário por meio da tecnologia é uma evolução necessária. A automação, a análise de dados e a inteligência artificial não apenas melhoram a eficiência operacional, mas também valorizam a atuação humana nesse campo. A capacidade de liberar profissionais tributários de tarefas repetitivas e demoradas permite que eles se concentrem em atividades estratégicas, criativas e analíticas, elevando o valor que eles trazem para suas organizações e clientes. No fim, é uma transição que beneficia tanto o setor tributário quanto aqueles que o habitam, tornando-o mais dinâmico, relevante e valorizado.

*Thais Borges é Sócia e Diretora Comercial da Systax, empresa de inteligência fiscal.      

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Nota

Os textos e opiniões publicados na área de colunistas são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a visão do Suno Notícias ou do Grupo Suno.

Thais Borges
Mais dos Colunistas
Leandro Ferreira Incertezas no cenário de subvenções: MP x STJ 

Em 2024, entrou em vigor a Lei 14.789/2023 – oriunda da Medida Provisória (MP) n°1185–, que estabelece mudanças no que se refere à forma como empresas enquadradas no l...

Leandro Ferreira
Leandro Ferreira O cenário das subvenções com a promulgação da Lei 14.789: perspectivas e desafios

No primeiro dia de 2024, entrou em vigor a Lei 14.789/23, que traz alterações e novas regras de tributação de incentivos fiscais para investimentos concedidos por esta...

Leandro Ferreira

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno