Lucas Ramiro

Quais são as expectativas de retorno no mercado de ações?

Quando se trata do mercado de ações, o melhor que podemos fazer é analisar o passado, pensar no presente e a partir daí fazer suposições plausíveis para o futuro.

Um dos pontos mais importantes e sensíveis de qualquer plano de investimentos é definir expectativas razoáveis. O problema é que a maioria dessas expectativas são suposições e provavelmente estão erradas.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

A razão óbvia é que o futuro é desconhecido e imprevisível. Mas ainda sim, quando se trata do mercado de ações, o melhor que podemos fazer é analisar o passado, pensar no presente e a partir daí fazer suposições plausíveis para o futuro.

Retornos nominais podem não dizer nada, por isso devemos sempre pensar em retornos reais, porque esses são os únicos que importam no longo prazo e, felizmente, o mercado de ações tem sido historicamente uma excelente proteção contra a inflação.

Retornos Reais Totais em ações, Renda Fixa, Títulos, Ouro e Dólar. Fonte: “Investindo em Ações no Longo Prazo”, de Jeremy Siegel

As ações são as grandes vencedoras no longo prazo, daí o nome do livro. É bem provável que você já tenha visto este ou outros gráficos da obra de Siegel por aí, se costuma consumir conteúdo sobre investimentos. A propósito é uma leitura quase que obrigatória para quem pretende investir e se aprofundar nos investimentos em ações, seja profissionalmente ou para cuidar do seu plano de investimentos de forma adequada, sem ajuda profissional.

Prosseguindo, podemos observar que o poder da moeda, no caso o dólar, foi dizimado. Mesmo que você seja pessimista quanto ao mercado de ações, não pode negar que se deixar o dinheiro parado ele vai perder valor no longo prazo – você precisa correr riscos para ganhar uma recompensa.

Essas observações me deixam confiante de que o mercado de ações continuará a superar outros ativos como o mercado de renda fixa e o dinheiro, mas ainda não respondem a questão, pois ninguém pode ter certeza sobre qual será o prêmio, pois ele é simplesmente uma função do risco: podemos então utilizar o retorno histórico das ações para definir expectativas para o futuro?

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

A resposta honesta é que não é possível ter certeza – ninguém pode dizer o que o futuro reserva.

Há alguns argumentos no sentido de que os retornos serão menores no futuro: avaliações de empresas estão historicamente mais altas e as barreiras à entrada de investidores estão mais baixas. Por outro lado, pesa a favor dos investidores custos mais baixos.

Levando em consideração o primeiro argumento, poderíamos esperar do mercado de ações dos Estados Unidos, vencedor dos últimos 120 anos, retornos mais baixos relativamente ao resto do mundo no futuro. Como dizem os americanos “Never bet against America”, eu também não apostaria contra os EUA mas também não esperaria uma repetição de desempenho.

Por essas e outras razões, certifique-se também de diversificar devidamente sua carteira de ações, não só entre setores, mas também entre diferentes geografias e principalmente entre países já desenvolvidos e países em desenvolvimento.

Uma forma de não ser pego de surpresa por ter definido expectativas que não se concretizam no futuro é projetar diferentes cenários partindo das premissas iniciais, não apenas da taxa de retorno esperada, como também do aporte e da idade de aposentadoria.

Cito como exemplo a tabela de sensibilidade que apresentamos para os clientes da Consultoria:

Objetivos – Tabela de Sensibilidade
Fonte: Journey Book – Suno Consultoria

É evidente a importância de definir expectativas de retorno razoáveis, porém podemos observar também que entre as variáveis apresentadas, talvez seja a que tenhamos menor controle. Por isso, quanto maior for o prazo de acúmulo e o valor dos aportes, dependeremos menos da taxa de retorno.

Se as coisas estiverem piores do que o esperado, você poderá ajustar seu plano.

A vida seria muito mais fácil se os ativos de risco nos oferecessem retornos futuros previsíveis. Mas então não seriam ativos de risco e certamente não ofereceriam um prêmio sobre outras classes de ativos ou sobre a inflação.

Uma das principais razões pelas quais as ações oferecem este prêmio é que simplesmente não sabemos exatamente quais serão os seus retornos futuros, mas ainda sim podemos nos preparar, de alguma forma, para isso.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Nota

Os textos e opiniões publicados na área de colunistas são de responsabilidade do autor e não representam, necessariamente, a visão do Suno Notícias ou do Grupo Suno.

Lucas Ramiro
Mais dos Colunistas
Rodrigo Amato 2024, o ano da virada para o mercado de capitais

Desde o segundo semestre do ano passado, os avanços no cenário macroeconômico e a estabilidade política têm sido decisivos para a retomada do crédito no Brasil. Um mai...

Rodrigo Amato
Camila Nasser Liquidez no mercado privado

Um dos maiores desafios do mercado privado de investimentos está na liquidez dos ativos. Especialmente no contexto em que as empresas estão levando mais tempo para abr...

Camila Nasser

Compartilhe sua opinião