DIVIDENDOS

ClearSale (CLSA3) dispara 18% em estreia na B3; IPO levanta R$ 1,3 bilhão

ClearSale (CLSA3) dispara 18% em estreia na B3; IPO levanta R$ 1,3 bilhão
Cibersegurança. Foto: Pixabay

A ClearSale (CLSA3) estreou em forte alta na B3 nesta sexta-feira (30). Em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), as ações da empresa operavam com um avanço de 18,6%, negociadas a R$ 29,65, por volta das 10h21.

Na última quarta-feira (28), a ClearSale precificou suas ações em R$ 25 cada, no topo da faixa indicativa, apresentada no prospecto preliminar arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Dessa forma, a abertura de capital da empresa movimentou R$ 1,3 bilhão.

A demanda pelos papéis da provedora de soluções antifraude digital superou a oferta em oito vezes, segundo a coluna Broadcast.

A oferta base era de 45.375.000 ações, que foram complementadas pelo lote adicional, de 9.075.000 papéis. A operação contou com a venda de 20,4 milhões de ações na tranche secundária, com a venda dos fundos Gandra e FIP Innova.

Os recursos líquidos da oferta, segundo a empresa, serão utilizados da seguinte forma:

Com o uso do lote suplementar, a empresa pode chegar à B3 avaliada em R$ 4,7 bilhões. A oferta foi coordenada por Itaú BBA, Bank of America, BTG Pactual (BPAC11) e Santander (SANB11).

Histórico da ClearSale

A ClearSale apresenta soluções antifraude digital para segmentos como e-commerce, mercado financeiro, vendas diretas, telecomunicações e seguros, sendo pioneira no mapeamento do comportamento do consumidor digital no Brasil.

A companhia atua principalmente em duas frentes:

  • Autenticação de pagamentos com cartão de crédito não presente (Card-Not-Present, ou CNP), ou seja, análise para prevenção de fraudes em compras realizadas online (e-commerce) onde não há presença de cartão de crédito com inserção de senha;
  • Autenticação de identidade (onboarding), isto é, garantia de autenticidade dos usuários de determinado serviço online dos clientes.

Hoje, a empresa analisa transações de mais de 170 países e conhece o comportamento de compra de diferentes consumidores no mundo, além de possuir escritório no México.

No ano passado, 88,5% da receita líquida da companhia foi gerada pelas operações no Brasil e 11,5% da operação internacional. Em março de 2021, a empresa tinha mais de 4.700 clientes ativos.

Em 2020, a receita operacional líquida da empresa atingiu R$ 345,6 milhões, ante R$ 208,5 milhões, um ano antes. O lucro líquido da ClearSale chegou a R$ 18,7 milhões no passado passado, contra R$ 5,5 milhões em 2019.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião

Receba os destaques que irão movimentar o cenário econômico antes da abertura do mercado.

Inscreva-se