Bradesco (BBDC4) acerta detalhes para compra de fatia no C6 Bank, diz jornal

Bradesco (BBDC4) acerta detalhes para compra de fatia no C6 Bank, diz jornal
Fachada de unidade do Banco Bradesco (foto: divulgação)

De acordo com informações do colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, o Bradesco (BBDC4) está em fase final de negociações para comprar parte do C6 Bank. O valor da transação, segundo a publicação, deve ficar próximo de R$ 2 bilhões. O banco digital foi fundado por Marcelo Kalim, ex-presidente do conselho de administração do BTG Pactual. As informações foram publicadas no último domingo (5).

Em abril, o site “Brazil Journal” afirmou que a negociação entre as duas instituições não tinha como intenção fazer com que o Bradesco virasse controlador do C6 Bank.

O C6 foi fundado em 2018 e é um dos maiores sócios do BTG. Ademais, é estimado que Kalim e outros sócios já investiram cerca de R$ 700 milhões na instituição que possui 1,4 milhão de clientes pessoa física. Vale destacar que o Bradesco já possui uma operação digital própria: o banco Next.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Na última semana de maio, o C6 Bank chegou a marca de 2 milhões de contas abertas. O crescimento foi de 100% desde o mês de janeiro. De acordo com o “Brazil Digital Report 2020”, entre seis bancos sem agências físicas fundados entre 2014 e 2019, o C6 foi o que chegou a marca de 1 milhão de clientes com mais velocidade.
O banco que está na mira do Bradesco não cobra por alguns serviços bancários, como: transferências, saques e abertura de conta.

O C6 Bank também atua com um programa de acúmulo de pontos. Recentemente, o banco anunciou que poderá isentar a anuidade de cartão de crédito de acordo com o gasto mensal do cliente. O programa funciona da seguinte forma: clientes com despesas mensais entre R$ 4 mil e R$ 8 mil na função crédito terão direito a 50% de desconto na parcela da anuidade. Quem gasta mais de R$ 8 mil por mês terá direito à isenção dessa taxa. A partir de setembro o benefício passará a valer, tanto para clientes antigos quanto para novos.

Em abril, fontes próximas a negociação entre Bradesco e C6 Bank afirmaram que as tratativas tiveram início antes da pandemia do novo coronavírus (Covi-19).

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião