Bolsonaro afirma que vai anunciar o 13º salário do Bolsa Família nesta quarta

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (09) que vai anunciar na próxima quarta-feira (10) a inclusão do décimo terceiro salário no programa Bolsa Família. A fala ocorreu durante um discurso em evento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), em Brasília.

“Nós somos defensores do Bolsa Família. Tanto é que anunciaremos o 13º amanhã (quarta)”, afirmou o presidente. “Mas o que tira o homem da situação difícil em que se encontra, ou a mulher, é o conhecimento”, completou Bolsonaro.

Saiba mais: Maia e Bolsonaro dizem que não queriam fazer a reforma da Previdência

O pagamento do décimo terceiro do Bolsa Família fazia parte do programa de governo de Bolsonaro. Além disso, o benefício extra faz parte das 35 metas prometidas pela gestão do presidente para os 100 primeiros dias de governo.

[optin-monster-shortcode id=”npkxlwaleraa8psvnego”]

De acordo com dados da Caixa Econômica, cerca de 14 milhões de famílias são beneficiadas pelo Bolsa Família. O valor varia de R$ 41 a R$ 89. No total, cada família pode receber R$ 372 a depender da situação que se encontra.

Saiba mais: Bolsonaro sanciona lei e cadastro positivo se torna obrigatório

Estiveram presentes também os presidentes do Senado, Davi Alcolimbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. No discurso, Maia disse que se a reforma não for aprovada os políticos não conseguiram sair à rua.

“Alguém acha que cada um de nós tem um prazer enorme de votar a reforma da Previdência, como se fosse uma grande agenda de futuro para o Brasil? Não. A reforma da Previdência vem organizar o que foi construído ao longo dos últimos anos”.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/1420x240-Banner-Home-1.png

Reforma da Previdência

Bolsonaro também falou sobre a reforma da Previdência. Para o presidente, a reforma é necessária, mesmo que a medida sacrifique benefícios “Temos uma encruzilhada pela frente. Como disse o Rodrigo Maia aqui, gostaríamos de não ter que fazer a reforma da Previdência, mas somos obrigados a fazê-la”, disse Bolsonaro.

Saiba mais – Datafolha: otimismo com economia cai após posse de Bolsonaro

“Nessas minhas recentes andanças pelo mundo, EUA, Chile e Israel aguardam uma sinalização nossa, que nós podemos dá-la ao mostrar que queremos equilibrar as nossas contas, que nós temos responsabilidade”, completou Bolsonaro.

Renan Dantas

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno