Bolsas da Europa operam mistas e a asiáticas encerram sem direção, após feriado

Nesta terça-feira (28), as bolsas europeias operam sem direção única e com variações modestas, com a atenção voltada para a trajetória da política monetária.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/06/Lead-Magnet-1420x240-3.png

Em entrevista à CNBC divulgada hoje, o presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) em Minneapolis, Neel Kashkari, disse que quer ver “muitos meses mais de dados positivos de inflação” para ganhar confiança de que o Fed pode começar a cortar juros. As chances de o BC americano anunciar seu primeiro corte de juros em setembro são ligeiramente superiores a 50%, segundo plataforma de monitoramento do CME Group.

Nas próximas horas, Kashkari e o dirigente do Banco Central Europeu (BCE) Klaas Knot irão participar de fórum promovido pelo Barclays no Reino Unido.

O BCE vem preparando o terreno para começar a reduzir juros em sua próxima reunião, no dia 6 de junho. No caso do Banco da Inglaterra (BoE), a expectativa é que o primeiro corte venha em algum momento do verão britânico, visto que a inflação no Reino Unido não está desacelerando tanto quanto se previa.

Por volta das 6h20 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 se mantinha praticamente estável, com alta marginal de 0,01%, a 522,27 pontos.

Às 6h35 (de Brasília), a Bolsa de Londres caía 0,10%, na volta de um feriado bancário, enquanto o de Paris recuava 0,29% e a de Frankfurt subia 0,23%. Já as de Milão, Madri e Lisboa tinham altas de 0,17%, 0,08% e 0,25%, respectivamente.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Investindo-no-exterior.png

Bolsas da Ásia fecham em baixa, em pregão sem referência após feriado nos EUA

As bolsas de valores na Ásia encerraram os negócios desta terça-feira em baixa, em um pregão sem referência uma vez que os mercados acionários de Nova York permaneceram fechados ontem em função do feriado do Memorial Day nos EUA.

O índice Nikkei caiu 0,11% em Tóquio, a 38.855,37 pontos, à medida que o juro do título do governo japonês (JGB) de 10 anos renovou máxima em 12 anos com expectativas de mais aperto monetário por parte do Banco do Japão (BoJ), enquanto o sul-coreano Kospi ficou praticamente estável em Seul, com perda marginal de 0,01%, a 2.722,85 pontos, e o Hang Seng também quase não se alterou ao cair 0,03% em Hong Kong, a 18.821,16 pontos.

Na China continental, o Xangai Composto recuou 0,46%, a 3.109,57 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto teve queda de 1,08%, a 1.728,93 pontos.

Exceção, o Taiex registrou modesta alta de 0,25% em Taiwan, a 21.858,41 pontos.

Ontem, as bolsas asiáticas haviam subido de forma generalizada, animadas por um fundo estabelecido pela China – de quase US$ 48 bilhões – para impulsionar a indústria de semicondutores local.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho hoje, após dados fracos de vendas do varejo doméstico. O S&P/ASX 200 caiu 0,28% em Sydney, a 7.766,70 pontos.

Com informações de Estadão Conteúdo.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Camila Paim

Compartilhe sua opinião