AGENDA

Boeing (BOEI34) realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Boeing (BOEI34) realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes
Boeing 737. Foto: Pixabay

O maior avião da família 737 MAX já desenvolvido, o Boeing 737-10, realizou com sucesso na sexta-feira (18), seu primeiro voo, informou a fabricante norte-americana.

“O desempenho do avião foi maravilhoso”, disse a piloto chefe do 737 da Boeing (BOEI34), Comandante Jennifer Henderson, em comunicado. “O voo nos permitiu testar os sistemas, controles de voo e qualidades de manuseio da aeronave e todos tiveram um desempenho exatamente como esperávamos.”

O 737-10 pode transportar até 230 passageiros. O voo deu início a um programa de teste abrangente e, segundo a companhia, a Boeing trabalhará em estreita colaboração com as agências reguladoras para certificar o avião antes de sua entrada em operação, prevista para 2023.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Vídeo Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

“O 737-10 é parte importante dos planos de frota de nossos clientes, dando-lhes mais capacidade, maior eficiência de combustível e a melhor economia por assento do que qualquer outro avião de corredor único”, disse em comunicado o CEO da Boeing Commercial Airplanes, Stan Deal. “Nossa equipe está empenhada em entregar uma aeronave com a mais alta qualidade e confiabilidade.”

A Boeing vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10.

Airbus e Boeing resolvem disputa comercial após 17 anos de embate

Os Estados Unidos e a União Europeia resolveram embate entre Boeing (BOEI34) e Airbus após quase duas décadas de conflitos. Os dois concordaram em suspender por cinco anos as tarifas decorrentes da disputa.

Na semana passada, a UE estava pressionando a Casa Branca para chegar a um acordo para acabar com as tarifas comerciais impostas durante a presidência de Donald Trump, em relação à disputa entre Airbus e Boeing.

“Isso realmente abre um novo capítulo em nosso relacionamento, porque passamos do litígio para a cooperação em aeronaves, após 17 anos de disputa”, disse a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião