Jeff Bezos oferece US$ 2 bi à Nasa em troca de contrato de sonda lunar

A Blue Origin de Jeff Bezos ofereceu cobrir US$ 2 bilhões em custos em troca de um contrato com a Nasa para ajudar a pousar astronautas na lua.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Em abril, a Nasa selecionou a SpaceX de Elon Musk para o programa, citando restrições orçamentárias. A agência havia dito inicialmente que concederia o contrato a dois fornecedores a fim de fomentar a concorrência.

Diante disso, a Blue Origin liderou uma coalizão de empresas, apelidada de National Team, na licitação do contrato, que visa enviar os americanos de volta à lua até 2024. A missão pretende incluir a primeira mulher e o primeiro negro a fazer a jornada.

No entanto, a Nasa informou que os outros licitantes foram derrotados no custo pela SpaceX por uma “ampla margem”. O contrato concedido foi de US$ 2,89 bilhões.

Em uma carta a Bill Nelson, o administrador da agência espacial dos Estados Unidos, Bezos disse que sua empresa renunciaria a US$ 2 bilhões no atual e nos próximos dois anos fiscais, além de financiar uma missão de demonstração para “colocar o programa de volta nos trilhos” .

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

“Esta oferta não é um adiamento, mas uma renúncia definitiva e permanente a esses pagamentos”, escreveu Bezos na carta. “Essa oferta dá tempo para que as ações de apropriação do governo se recuperem.”

A carta de Bezos chega uma semana depois que a Blue Origin realizou com sucesso seu primeiro vôo tripulado até a borda do espaço. A empresa reservou cerca de US$ 100 milhões em vendas de passagens para voos futuros, disse Bezos durante uma coletiva de imprensa.

No mesmo evento, Bezos foi criticado após dizer que a viagem havia sido paga por “todos os funcionários da Amazon e todos os clientes da Amazon”.

Na carta de segunda-feira, Bezos repetiu a reclamação da Blue Origin de que não teve a chance de revisar o custo de sua oferta para o contrato da Nasa, argumentando que, como resultado, a SpaceX tinha recebido uma “vantagem de vários anos e bilhões de dólares ”.

Veja também: Funcionários da Amazon (AMZO34) criticam Jeff Bezos após viagem espacial

“Em vez dessa abordagem de fonte única, a Nasa deveria adotar sua estratégia original de competição”, escreveu Bezos. “A competição impedirá que qualquer fonte única tenha uma influência intransponível sobre a Nasa. Sem concorrência, dentro de pouco tempo do contrato, a Nasa se verá com opções limitadas ao tentar negociar prazos perdidos, mudanças de projeto e estouros de custo ”.

Em junho, o Senado aprovou o Endless Frontier Act, que incluiu um financiamento adicional de US$ 10 bilhões para o programa Human Landing System, com o objetivo de aumentar a competição. Opondo-se à disposição, o senador Bernie Sanders chamou-a de “Ajuda Bezos multibilionária”.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Rafaela La Regina

Compartilhe sua opinião