Lucro da Berkshire Hathaway (BERK34), de Warren Buffett, cresce 536,2% no 1T23; Veja os motivos

A Berkshire Hathaway (BERK34) divulgou um lucro líquido de US$ 35,5 bilhões no primeiro trimestre de 2023 (1T23). O conglomerado do megainvestidor Warren Buffett registrou um crescimento de 536,2% em seus resultados quando comparados ao mesmo período de 2022.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

No primeiro trimestre do ano passado, o resultado da Berkshire Hathaway tinha sido de US$ 5,58 bilhões.

A divulgação dos resultados trimestrais da Berkshire acontece no mesmo dia da realização do evento “Woodstock para Capitalistas”, que reúne acionistas da empresa.

O relevante crescimento do lucro da Berkshire Hathaway, segundo reportado pela companhia, se deve a recuperação no âmbito de negócios de seguros.

Além disso, esse resultado foi influenciado pela recuperação no preço de ações da Apple (assim como suas receitas) e de outros investimentos realizados pela empresa.

A Berkshire Hathaway precisa registrar em seus balanços os resultados obtidos com o investimento em ações, já que possui uma quantia relevante de seus recursos alocados nesses ativos. Por essa razão, os lucros da empresa de Warren Buffett podem ser bastante voláteis de um trimestre a outro.

No primeiro trimestre de 2022, o resultado de investimento em ações foi um dos fatores que impactaram negativamente o resultado da companhia. Por outro lado, em momentos de avanço das cotações e de melhores resultados das empresas investidas, os lucros da Berkshire Hathaway acabam se beneficiando.

Desse modo, Warren Buffett, alerta os investidores a se atentarem aos resultados operacionais da Berkshire, visto que esses valores podem refletir de forma mais próxima a capacidade de geração de lucro da empresa.

Lucro operacional da Berkshire salta 12,6%

O lucro operacional da companhia foi de US$ 8,065 bilhões no 1º trimestre deste ano, com alta de 12,6% em comparação aos US$ 7,16 bilhões registrados no mesmo período de 2022. Esse lucro é o que considera os ganhos obtidos com negócios que estão sob a posse da Berkshire.

Um dos fatores que impactou positivamente o lucro operacional da empresa foi o lucro da Geico, do setor de seguros de automóveis, depois de 3 trimestres sem registrar resultados positivos.

O lucro da Geico foi de US$ 703 milhões, em meio a alta dos prêmios médios e redução dos gastos destinados à publicidade, apesar da queda das frequências de sinistros em alguns momentos.

A Berkshire reportou que o lucro com subscrição de seguros teve alta anual de 445%. Enquanto no 1º trimestre de 2023 esse lucro foi de US$ 911 milhões, no mesmo período do ano passado fora de US$ 167 milhões.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno