BBPO11 fica no radar dos investidores e IFIX fecha em queda de 0,13%

O IFIX, índice de Fundos Imobiliários da B3, fechou nesta segunda-feira (11), aos 2.863,80 pontos, apresentando queda de 0,13%.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Com o resultado do IFIX hoje, o índice acumula uma queda de 0,13% em janeiro. Em 2020 reportou uma queda de 11,79%.

Hoje o mercado ficou atento ao anuncio do Banco do Brasil (BBAS3) apontando que desativará 361 unidades físicas. Com isso, as cotas do BBPO11 (FII Banco do Brasil Progressivo) fecharam esta segunda-feira em queda de 3,01%.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Além disso, o GTWR11, que é um monoativo monoinquilino com a sede do Banco do Brasil em Brasília, viu sua cota cair a 0,72%. No entanto, o Banco não deve devolver este prédio.

Principais notícias do dia em Fundos Imobiliários

Confira as principais notícias que chamaram a atenção do mercado de FIIs durante o dia:

  • RBRP11 aprova abertura da 5ª emissão de cotas
  • VIFI11 impetrou Mandado de Segurança em face da Receita Federal do Brasil

RBRP11

O FII RBR Properties (RBRP11) informou, após o fechamento do mercado na última sexta-feira (8), sobre a aprovação da abertura da 5ª emissão de cotas.

No último dia 7 de janeiro foi aprovada a emissão no montante de, no mínimo, 339.867 novas cotas e, no máximo, 3.965.108, todas escriturais a serem integralizadas à vista no valor de R$ 88,27 cada uma, totalizando até R$ 350.000.083,16.

O documento ainda salientou que a oferta ainda não foi registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) uma vez que o comunicado é apenas para divulgar a aprovação, nos termos do ato do administrador.

VIFI11

O Fundo Imobiliário Vinci Instrumentos Financeiros (VIFI11) informou que impetrou Mandado de Segurança em face da Receita Federal do Brasil, para que seja reconhecido o direito líquido e certo do VIFI11 em não se sujeitar ao recolhimento de IR e IR-Fonte sobre rendimentos e ganhos líquidos auferidos na venda de cotas de outros fundos de investimento imobiliários em sua carteira.

Assim, o Fundo requere “o reconhecimento do direito de compensar os valores que foram, ou vierem a ser indevidamente pagos a título desses impostos, devidamente atualizados mediante a aplicação da taxa SELIC, desde a data dos pagamentos indevidos realizados”.

O documento destaca que não há garantia de sucesso, uma vez que trata-se de uma medida judicial.

Rendimentos do dia de FIIs

Nesta segunda-feira também foram pagos os rendimentos dos seguintes fundos imobiliários:

  • ABCP11: R$ 0,41  por cota
  • FIIB11: R$ 2,75 por cota
  • GGRC11: R$ 0,70 por cota
  • PATC11: R$ 0,31 por cota
  • PATL11: R$ 0,54por cota
  • TGAR11: R$ 1,36 por cota
  • VTLT11: R$ 0,721 por cota

Maiores altas e baixas do IFIX

Confira as maiores altas e baixas do dia no IFIX:

Maiores Altas do dia no IFIX:

  • FIIB11: +2,25%/ R$ 543,70
  • HGPO11: +2,20% / R$ 229,97
  • RNGO11: + 1,88% /R$ 73,29
  • CPFF11: +1,72% /R$ 83,00
  • RBRR11: + 1,55% /R$ 95,00

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/Ebook-Acoes-Desktop.jpg

Maiores Baixas do dia no IFIX:

  • BBPO11: -3,01% / R$ 115,50
  • TORD11: -1,91% / R$ 11,80
  • KFOF11: -1,84% / R$ 101,60
  • VINO11: -1,76% / R$ 62,00
  • TEPP11: -1,44% / R$ 89,06

O que é o IFIX

O IFIX é um indicador criado pela Bolsa de Valores de São Paulo (B3) que tem como objetivo a medição da performance de uma carteira composta por cotas de Fundos Imobiliários.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno