Banco do Brasil (BBAS3) renegocia R$ 770 milhões em dívidas do Fies em apenas 4 dias

Em quatro dias de programa em vigor, o Banco do Brasil (BBAS3) renegociou R$ 770 milhões em dívidas do financiamento estudantil atreladas ao Fies.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-1.png

Segundo as informações divulgadas pelo Banco do Brasil nesta terça (14), foram 14 mil solicitações de negociação de débitos, e 65 mil simulações.

Conforme as regras previamente estipuladas pelo BB, podem haver descontos de até 100% nos juros e multas, e de 99% no valor da dívida em caso de pagamento integral do contrato.

Os dados também mostram que 92% das renegociações foram feitas pelos próprios clientes, sem a necessidade de ir a uma agência.

A renegociação das dívidas do Fies começou na última quinta-feira (8), e também envolve a Caixa Econômica Federal.

Como renegociar o Fies com o Banco do Brasil

De acordo com o banco, os estudantes podem entrar em contato com as centrais telefônicas oficiais para saber se fazer parte do público-alvo da renegociação.

De acordo com resolução publicada na semana passada no Diário Oficial da União (DOU), as dívidas poderão ter até 100% de desconto nos juros e multas, e na liquidação integral do contrato, um desconto de até 99% no valor consolidado.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240_TEXTO_CTA_A_V10.jpg

Para estudantes com dívidas vencidas há mais de 360 dias na mesma data que estejam inscritos no CadÚnico ou que tenham recebido o Auxílio Emergencial em 2021, o desconto é de 92% do valor consolidado da dívida, o que inclui o principal, quando houver a liquidação integral.

Se a última prestação prevista em contrato estiver vencida há mais de cinco anos, os desconto são de 99% do valor consolidado.

Já no caso de débitos em atraso há mais de 360 dias desde 30 de junho, que não se enquadrem nas demais hipóteses, o desconto é de 77% no valor consolidado em caso de liquidação integral.

O BB informa ainda que para os estudantes do Fies que estão em dia com os pagamentos, o desconto no valor consolidado é de 12% para o pagamento à vista.

As condições se aplicam a financiamentos contratados até o segundo semestre de 2017, e que estavam em fase de amortização em 30 de junho deste ano.

Estudantes que tinham débitos sem pagamento há mais de 90 dias em 30 de junho deste ano terão desconto de 100% sobre os encargos, e de 12% no valor principal em caso de pagamento à vista.

Podem ainda pagar em até 150 parcelas mensais, com desconto de 100% nos encargos e as demais condições do contrato mantidas.

As condições se aplicam a financiamentos contratados até o segundo semestre de 2017, e que estavam em fase de amortização em 30 de junho deste ano.

Segundo o Banco do Brasil, o prazo para a renegociação vai até 31 de maio de 2024.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Controle-de-Investimentos.png

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião