Após quase nove anos, Abílio Diniz deixa BRF (BRFS3) — com prejuízo

Após quase nove anos, Abílio Diniz deixa BRF (BRFS3) — com prejuízo
BRF. Foto: Divulgação

Abilio Diniz vendeu sua fatia de 3,8% da BRF (BRFS3) para a Marfrig (MRFG3) por R$ 898,9 milhões, após quase nove anos como acionista da empresa. O empresário vendeu sua participação na empresa com prejuízo. A informação foi divulgada pelo jornal Valor Econômico.

Segundo o veículo, os fundos da Península Participações, cujo presidente do conselho é o Diniz, investiram mais de R$ 1 bilhão na BRF entre fim de 2012 e início de 2013. Nessa época as ações da dona da Sadia eram cotadas próximo de R$ 40, mas a Marfrig pagou, em maio deste ano, R$ 28,75 pelos papéis, o que se configura como um prejuízo.

Mas Abilio Diniz pode amenizar as perdas com o investimento na BRF. Conforme o relatório do Bradesco BBI, no contrato entre Marfrig e Aspen, um dos fundos do empresário, há previsão de pagamento de earn-out. O earn-out é um pagamento realizado em um processo de aquisição e fusão para os antigos acionistas como forma de compensá-los com os lucros futuros que a companhia poderá entregar.

Dessa forma, se acontecer uma fusão entre a BRF e Marfrig o contrato prevê que o empresário terá direito a 50% do que exceder os R$ 28,75. Mas o relatório alerta que após a nova assembleia da BRF, em que irá eleger um novo conselheiro, o direito ao earn-out expira.

Cade aprova operação entre Marfrig e BRF

Após fazer pedido de reabertura da análise da compra de ações da BRF pela Marfrig, feito na semana passada no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), a conselheira Lenisa Prado mudou de posição e desistiu da reavaliação. Assim, a operação foi aprovada novamente.

A Marfrig irá se tornar o maior acionista individual da BRF. A Fundação Petrobras de Seguridade Social (Petros) fica com a segunda maior fatia, com 7% de participação.

Na sessão desta quarta-feira, porém, Lenisa disse que, após reuniões com advogados da BRF e Marfrig e a apresentação de novos dados e documentos, entendeu que a operação não oferece riscos ao mercado. “Houve esclarecimentos das questões concorrenciais”, completou.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião

Manual 10 passos essenciais para se tornar um investidor de sucesso. Baixe Grátis!

Baixar agora!