Após o pior pregão em três anos, Ibovespa abre em queda de 1,7%

Após o prior pregão desde “Joesley Day”, dia 18 de maio de 2017, o Ibovespa abre em queda de mais de 1%.

Por volta das 10h15, nesta quinta-feira (27), o Ibovespa variava negativamente a 1,74%, a 103.882,74 pontos. O mercado permanece repercutindo o pessimismo dos investidores em relação ao coronavírus.

Além disso, outros assuntos que movimentam o mercado: Banco Central ofertará mais 20 mil contratos de swap cambial e reforma administrativa é postergada novamente.

Coronavírus

Na última semana, 20 países confirmaram os primeiros casos do novo coronavírus (Covid-19). No Brasil, apenas um paciente foi confirmado com a doensa e outros 20 casos estão sendo analisados.

Na Europa, a Itália confirmou mais duas mortes pelo vírus, levando o número de vítimas fatais no país a 14. São 528 casos confirmados, o maior número no continente europeu.

A Coreia do Sul registrou 1.776 casos, o maior número fora da China. O número de infectados no Irã subiu 254.

Contratos swap cambial

O Banco Central (BC) realizou, na última quarta-feira, um leilão extraordinário de contratos de swap cambial. O montante totaliza US$ 550 milhões (equivalente a R$ 2,22 bilhões). Nesta quinta, o banco irá ofertar mais 20 mil.

A ação do BC estima conter a alta da cotação da moeda norte-americana. Ao todo, foram dois mil papéis com vencimento marcado para outubro deste ano, e outros oito mil que vencem em dezembro. Toda a oferta foi absorvida pelo mercado.

Saiba mais: Boletim Focus: Economistas revisam para baixo crescimento da economia em 2020

De acordo com a autoridade monetária central, será realizado outro leilão extraordinário de câmbio nesta quinta-feira. Serão ofertados ofertados 20 mil contratos entre 9h30 e 9h40, que no total equivalem a US$ 1 bilhão (R$ 4,44 bilhões).

Reforma administrativa

O governo federal postergou, na última quarta-feira, o envio da proposta de reforma administrativa para o Congresso Nacional. O presidente da República Jair Bolsonaro havia prometido enviar o texto até a quinta-feira (20).

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/04/1420x240-Banner-Home-2-1.png

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, tem exercido pressão sobre os outros membros do governo para que a proposta seja encaminhada o quanto antes. O texto da reforma foi elaborado pela equipe econômica já no ano passado, porém não foi enviada ao Legislativo.

Apesar de não mudar a estabilidade, a reforma administrativa deve alterar o regime de contratação e planos de carreira do serviço público.

Última cotação do Ibovespa

Na última sessão, quarta-feira, o Ibovespa encerrou o pregão em queda de 7% a 105.718,29 pontos.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião