Anitta vira sócia de foodtech avaliada em R$ 2,2 bi e vai divulgar carnes à base de plantas

Anitta vira sócia de foodtech avaliada em R$ 2,2 bi e vai divulgar carnes à base de plantas
Anitta vira sócia de foodtech. Foto: Divulgação

A cantora Anitta se tornou sócia da Fazenda Futuro, foodtech que produz alimentos à base de plantas. A empresa anunciou nesta quinta-feira, 26, que a chegada da artista deve tornar os produtos mais acessíveis. A companhia não informou o valor que será investido para ter a cantora como sócia.

Anitta já é integrante do conselho Nubank (NUBR33) e líder criativa da Beats (antiga Skol BNeats).

“Vim para somar minha experiência em gestão e marketing a esse time tão talentoso. Somos uma empresa que pensa no futuro, no meio ambiente e, principalmente, na forma como as pessoas se alimentam”, comentou Anitta em entrevista ao G1.

A foodtech brasileira existe desde 2019, já é avaliada pelo valor de R$ 2,2 bilhões e produz alimentos à base de plantas que buscam imitar o sabor da carne de vários tipos como hambúrguer, frango, carne moída e atum.

“O relacionamento com Anitta aconteceu de forma espontânea e teve uma combinação perfeita de imediato, desde o dia que começamos a participar do dia a dia dela, incluindo suas festas”, contou Marcos Leta, CEO e Fundador da Fazenda Futuro, Marcos Leta, para o G1.

“Ela representa muito do que somos: uma marca divertida, futurista, diferente, honesta e juntos queremos mostrar que é possível comer o que gostamos de uma maneira mais consciente e sempre saborosa. Acreditamos demais na influência da Patroa do Brasil que vai nos ajudar na democratização da categoria e no desenvolvimento de produtos e ideias”, ele acrescentou.

Anitta assumiu cadeira do conselho de administração do Nubank (NUBR33) em junho de 2021

Nubank informou em junho do ano passado que a Anitta iria fazer parte do seu conselho de administração, confirmando a notícia que circulou no mercado naquela época. A cantora participará das reuniões trimestrais e auxiliará nas decisões estratégicas da fintech.

Anitta não fará propaganda ou marketing para o Nubank. A cantora — a artista mais influente do Brasil e uma das maiores da América Latina — é também uma empresária que usou sua visão para expandir sua carreira internacionalmente.

“Anitta tem profundo conhecimento do comportamento dos consumidores nesses mercados que tem explorado e tem muita experiência em estratégias de marketing vencedoras. Essas competências foram chave para a convidarmos para o conselho”, disse o fundador e CEO da fintech, David Vélez.

“Anitta está reinventando a cena cultural nos últimos anos e compartilhamos do mesmo DNA de inovação. É uma empresária de sucesso que vai nos ajudar a aprimorar ainda mais os produtos para nossos clientes”, disse a cofundadora do nubank, Cristina Junqueira.

Ana Carolina Cury

Compartilhe sua opinião

Receba as notícias em seu e-mail

EU QUERO