Aneel aprova novas flexibilizações para concessionárias do Rio Grande do Sul

A Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel, aprovou nesta terça-feira (9) novas flexibilizações temporárias às concessionárias e permissionárias de distribuição de energia no Rio Grande do Sul.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-2.png

Conforme a mudança na normativa da Aneel, agora será permitido o uso extraordinário dos recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE) para atender aos critérios de revitalização de redes elétricas e reformas de instalação.

Além disso, também para a destinação (sem contrapartida) dos chamados “equipamentos eficientes” aos clientes da classe rural com atividades econômicas ativas.

O prazo das médias está de acordo com a vigência do decreto legislativo nº 236, do Congresso Nacional, que reconheceu o estado de calamidade pública no estado do Rio Grande do Sul até 31 de dezembro de 2024.

“As chuvas intensas que atingiram o estado do Rio Grande do Sul a partir do dia 24 de abril de 2024, estenderam-se ao mês de maio e junho e, até o fechamento deste voto, ainda não haviam cessado integralmente”, diz a minuta da Aneel, com os votos dos diretores.

Segundo balanço apresentado, o estado de calamidade já alcançou 95 municípios do Rio Grande do Sul e o estado de emergência alcança 323 municípios, totalizando 418 municípios afetados pelas enchentes.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/07/Lead-Magnet-1420x240-1.png

Aneel aprova redução média de 1,76% nas tarifas da Energisa Minas Rio

A Aneel aprovou em junho o reajuste tarifário de 2024 da Energisa Minas Rio Distribuidora de Energia S.A., com uma redução média de 1,76%.

Conforme o reajuste da Aneel, para os consumidores conectados na alta tensão (grandes empresas), haverá aumento de 2,29%, em média.

Já para os consumidores conectados na baixa tensão (residenciais), foi aprovado uma redução média de 2,77%.

Nessa revisão anual, a distribuidora considera os valores dos encargos setoriais, bem como dispositivos legais.

O total dos encargos, por exemplo, foi reduzido, com um impacto no efeito médio de -0,88%.

Por outro lado, houve aumento do custo de transporte da energia proveniente de Itaipu, que contribuiu para um acréscimo tarifário de 0,45%.

A Energisa Minas Rio Distribuidora é sediada na cidade de Cataguases, no estado de Minas Gerais, atende aproximadamente 606 mil unidades consumidoras.

O consumo de energia elétrica representa um faturamento anual de aproximadamente R$ 1,29 bilhão para a empresa.

Com Estadão Conteúdo

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Eduardo Vargas

Compartilhe sua opinião

Receba atualizações diárias sobre o mercado diretamente no seu celular

WhatsApp Suno