Grana na conta

Alibaba: recorde de vendas online, mas a ação desaba no mercado

O mercado de ações estraga a festa do gigante varejista online chinesa. Como previsto, o Alibaba Single Day 2020 conseguiu conquistar mais um recorde.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/Lead-Magnet-1420x240-3.png

O grupo chinês comemorou o recorde de vendas online de US$ 56 bilhões (cerca de R$ 300 bilhões) – com uma enxurrada de 583.000 pedidos por segundo – no Alibaba Single Day, o maior evento de vendas do mundo, que por causa da pandemia de novo coronavírus (covid-19) começou em várias etapas esse ano já em 1º de novembro.

Tudo perfeitamente alinhado com as edições anteriores que ajudaram a criar a fama do grupo Hangzhou, líder e precursor do comércio online chinês.

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

Entretanto, mesmo com esse resultado positivo, na Bolsa de Valores de Hong Kong o Alibaba perdeu quase 9,80% e acabou levando para abaixo todos os índices chineses.

Somente nesta quarta-feira (11) a gigante fundada por Jack Ma queimou mais de US$ 250 bilhões de valor, quase 5 vezes mais do que a receita de todas suas vendas online.

As ações da Alibaba, da Tencent (-7,39%) e de outras grandes empresas de tecnologia estão de fato tendo um impacto negativo na Bolsa de Valores da cidade autônoma chinesa.

Paralisação do IPO da Ant, da Alibaba

A razão oficialmente, depende da paralisação da Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla em inglês) da Ant, a fintech da Alibaba, decidida pelas autoridades de vigilância dos mercados de capitais de Hong Kong e Shangai por falta de exigências.

Na realidade, o IPO abortado e até mesmo a atual queda das ações está ligada às intenções do Partido Comunista Chinês de colocar novas regras para eliminar as práticas monopolistas no setor de varejo, onde Alibaba domina.

Mais especificamente, o governo chinês pretende sujeitar as plataformas de pagamento às regras previstas para o sistema bancário.

Pequim não quer permitir que essas plataformas operem como bancos e, portanto, deseja introduzir freios regulatórios nos empréstimos e depósitos das subsidiárias do Alibaba e outras empresas do setor.

Última Cotação

O Hang Seng, índice da Bolsa de Valores de Hong Kong, fechou o último pregão em queda de 0,28%, a 26.226,98 pontos.

Já o SSE Composite, índice da Bolsa de Valores de Xangai fechou em queda de 0,53%, aos 3.342,20 pontos.

A ação da Alibaba cotada na Bolsa de Valores de Hong Kong, fechou em queda de 9,80%, aos HK$ 248,40.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/05/1420x240.jpg

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião