AES Tietê (TIET11) conclui aquisição do complexo eólico Ventus

AES Tietê (TIET11) conclui aquisição do complexo eólico Ventus
A ação da AES Tietê (TIET11) fechou o pregão desta quarta-feira em alta de 0,31%, valendo R$ 16,01

A AES Tietê (TIET11)  informou nesta quarta-feira (2) que concluiu a aquisição do complexo eólico Ventus, junto à J. Malucelli Energia. O valor da aquisição foi de R$ 650 milhões.

A AES Tietê anunciou a operação em meados de agosto. Além disso, fazem parte do Complexo Eólico Ventus, os parques Brasventos Eolo (antigo Rei dos Ventos 1), Rei dos Ventos 3 e Miassaba 3.

Além disso, a companhia salientou que o preço de aquisição total é composto por R$ 449 milhões, pagos 51% hoje e 49% após 5 meses, sem atualização monetária,  e por R$ 183 milhões, correspondentes à assunção de dívida do projeto, de acordo com o saldo apurado ao final de outubro.

Segundo o documento, “o projeto localiza-se em uma das regiões mais privilegiadas em termos de recurso eólico do País, no estado do Rio Grande do Norte, costa da região Nordeste”.

A companhia ainda ressaltou que o projeto está alinhado à sua estratégia de crescimento e diversificação.

AES Tietê prevê receber mais de R$ 636 mi de indenização por risco hidrológico

A AES Tietê também informou ao mercado nesta quarta-feira que “embora não se saiba ainda o valor exato a ser ressarcido” projeta receber um montante final superior a R$ 636 milhões de indenização da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) devido à aprovação de novas condições para a repactuação do risco hidrológico de energia elétrica (GSF) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Diante disso, a CCEE terá até 90 dias contados a partir desta quarta-feira para calcular os números finais da indenização conforme parâmetros estabelecidos, os quais deverão ser publicados pela Aneel em até 30 dias subsequentes, segundo o documento publicado pela AES Tietê.

Após a publicação dos cálculos finais, a companhia avaliará as condições para definir, em até 60 dias, se aderirá aos termos do acordo proposto pela resolução e, consequentemente, desistirá da ação judicial que suspende a liquidação do GSF referente ao período entre 2015 e fevereiro de 2018.

Última cotação

A ação da AES Tietê (TIET11) fechou o pregão desta quarta-feira em alta de 0,31%, valendo R$ 16,01.

Com informações do Estadão Conteúdo.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião