Itaúsa (ITSA4) atinge maior cotação em 13 meses depois de subir pela 6ª semana seguida; veja o que aconteceu

As ações preferenciais da Itaúsa (ITSA4) fecharam a semana com uma nova alta, a sexta seguida, cotadas a R$ 9,86. Esse é o maior preço desde 11 de novembro de 2022, ou seja, em 13 meses.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-1.png

Esse desempenho semanal da Itaúsa de +1,13% ocorre após uma valorização de 1,34% na sessão de hoje (8), a segunda seguida na análise diária. No mês de dezembro, a alta acumulada até agora também é positiva em 1,34%.

Em novembro, as ações da Itaúsa tiveram forte alta de 18,49%, interrompendo a sequência de 3 meses consecutivos de baixa.

Considerando que a cotação final da companhia na Bolsa em 2022 foi de R$ 7,70, o desempenho das ações ITSA4 em 2023 é de +28,05.

Já as ações ordinárias seguiram no mesmo ritmo, fechando a semana com ganhos de 0,92%. No pregão de hoje (8), a alta foi de 0,71%, com o preço de R$ 9,88.

Após valorização de 17,68% no mês de novembro, o desempenho das ações ITSA3 em dezembro até agora é positivo em 0,61%.

Ao final do ano passado, o preço de cada ação ordinária era de R$ 8,05, fazendo com que o desempenho dos papéis em 2023 seja positivo em 22,7%.

Mas quais foram os assuntos que envolveram a Itaúsa nesta semana? Confira a seguir.

Carteira recomendada de dividendos da Mirae Asset mantém Itaúsa entre as indicações

Em uma semana sem grandes novidades envolvendo a Itaúsa, os investidores também estavam atentos às novas recomendações de ações da Mirae Asset.

Em carteira recomendada voltada ao recebimento de dividendos, divulgada nesta semana, os analistas da Mirae Asset optaram por manter a Itaúsa entre as indicações do mês de dezembro.

Por outro lado, as ações da Cemig (CMIG4) foram retiradas das recomendações, enquanto as do BB Seguridade (BBSE3) foram incluídas.

Confira a seguir a carteira de dividendos da Mirae Asset, que inclui as ações da Itaúsa:

  • BB Seguridade (BBSE3): 10%
  • Copel (CPLE6): 10%
  • CPFL (CPFE3): 10%
  • CTEEP (TRPL4): 10%
  • Eletrobras (ELET6): 10%
  • Itaúsa (ITSA4): 10%
  • Petrobras (PETR4): 10%
  • Taesa (TAEE11): 10%
  • Telefônica (VIVT3): 10%
  • VALE (VALE3): 10%

Próximos proventos da Itaúsa

Apesar de não estar previsto nenhum pagamento de proventos antes do encerramento de 2023, a Itaúsa já tem novos pagamentos de juros sobre capital próprio (JCP) para 2024.

O próximo pagamento será feito no dia 2 de janeiro de 2024, no valor de R$ 0,0235295 por ação. Esse valor será distribuído aos investidores posicionados nos papéis da empresa ao final do pregão do dia 30 de novembro de 2023.

Mais adiante, a Itaúsa vai realizar 3 novas distribuições no dia 30 de dezembro de 2024, com os valores de R$ 0,0515, R$ 0,1165 e R$ 0,0515 por ação. As datas de corte para esses proventos são 19 de outubro, 21 de setembro e 25 de julho de 2023, nessa ordem.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2024/02/1420x240-Banner-Home-2-1.png

João Vitor Jacintho

Compartilhe sua opinião