Ações do Banco Inter (BIDI4) disparam 4,5% com aprovação de registro para listagem na Nasdaq

Ações do Banco Inter (BIDI4) disparam 4,5% com aprovação de registro para listagem na Nasdaq
Banco Inter já teve mais de 70% de queda no Ibovespa - Foto: Divulgação

As ações do Banco Inter (BIDI4) dispararam mais de 4,5% nesta quinta-feira (25), após o banco informar que obteve a aprovação da declaração de registro submetida à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês).

Com a aprovação do registro pelo SEC, órgão regulador do mercado americano, o Banco Inter pode dar continuidade ao planejamento de listagem na bolsa de valores americana Nasdaq, visto que o aval à declaração era uma das condições de implementação da reorganização societária que permitirá a migração das ações do banco.

Às 17h desta quinta, as ações preferenciais do Inter (BIDI4) subiam 4,50%, sendo negociadas a R$ 12,60.

Já as units BIDI11 avançavam 3,70%, valendo R$ 37,62.

Também nesta quinta-feira acontece a votação para deliberação sobre a reorganização societária do banco, marcada para às 10h.

O objetivo do plano apresentado pelo banco digital é migrar sua base acionária do Banco Inter S.A. para a Inter Platform Inc., que será a empresa listada na Nasdaq, em Nova York.

Com essa reorganização, os acionistas do banco da família Menin poderão optar pela conversão de ações em recibos de ações (BDRs) ou pelo exercício de direito de recesso, com recebimento em dinheiro (cash-out).

Em caso de cash-out, o acionista não poderá negociar suas ações na bolsa brasileira até o recebimento do valor referente aos papéis. Já os BDRs do Inter passarão a ser negociados na B3 (B3SA3) com o ticker BIDD31.

Banco Inter conclui aquisição da Usend e coloca mais um pé nos EUA

O Banco Inter concluiu a aquisição da fintech americana Usend, na última segunda-feira (22), informa fato relevante do banco digital, sem mencionar o valor da operação. A compra da Usend havia sido anunciada em agosto deste ano. A empresa de tecnologia financeira possui sede nos Estados Unidos, com subsidiárias no Brasil, Canadá e Reino Unido.

A fintech norte-americana conta com licenças para atuação como money transmitter (transmissora de recursos nacionais e internacionais) em mais de 40 estados americanos. Com isso, pode oferecer serviços de carteira digital, cartão de débito e pagamento de contas.

De acordo com o Inter, a operação faz parte da estratégia do banco digital de iniciar suas atividades de prestação de serviço nos Estados Unidos, ampliando a oferta de produtos financeiros e não financeiros para os atuais clientes da Usend e para os clientes brasileiros do Banco Inter.

Monique Lima

Compartilhe sua opinião

Comece 2022 investindo nos melhores Fundos Imobiliários

Baixar agora!