acesso rápido

    Como declarar dependentes no Imposto de Renda 2023?

    headerSP__illustration

    Quando chega o período de fazer a declaração de imposto de renda, muitas pessoas acabam tendo dúvidas sobre a inclusão de dependentes e a possibilidade de dedução de impostos.

    Assim, por afetar as finanças pessoais da família, o governo possibilita uma dedução maior do Imposto de Renda para quem possui dependente. Contudo, é importante ficar atento as regras para não cair na malha fina.

    Quem pode ser dependente no Imposto de Renda 2023?

    Quem pode ser dependente no Imposto de Renda 2023?

    Ao pensar em dependente, a primeira imagem que vem à cabeça é formada pelos filhos e família. Mas não são apenas estas pessoas que se encaixam na descrição de dependentes, ao menos para fins de Imposto de Renda.

    Para fins tributários, são considerados dependentes no Imposto de Renda as seguintes pessoas:

    • Cônjuge ou companheiro. Mas, no segundo caso, apenas se houver um filho em comum com o contribuinte ou com quem viva há mais de cinco anos;
    • Filhos e enteados de até 21 anos de idade, que estejam cursando ensino superior ou escola técnica ou tenha incapacidade física ou mental. No segundo caso, o limite sobe para 24 anos de idade;
    • Irmãos, netos ou ainda bisnetos dos quais se tenha a guarda judicial;
    • Pessoa absolutamente incapaz tutoreada pelo declarante;
    • Pais, avós e bisavós também podem ser considerados dependentes se, no ano anterior, tiverem obtido ganhos inferiores ao limite de isenção tributária;
    • Sogros e sogras também entram nesta conta. Porém, apenas se a declaração de Imposto de Renda for feita pelo casal em conjunto.

    É importante lembrar que ter esta documentação pronta é fundamental, porque ela pode ser solicitada em uma eventual malha fina.

    EBOOK GUIA IR

    Como declarar dependentes no Imposto de Renda?

    Como declarar dependentes no Imposto de Renda?

    Incluir uma pessoa dependente na declaração do Imposto de Renda pode ser uma maneira de reduzir o valor a pagar ou aumentar a restituição.

    Confira abaixo um passo a passo para declarar dependentes no Imposto de Renda:

    1. 1.

      Acesse o programa da Receita Federal: o primeiro passo é acessar o programa da Receita Federal para preencher a declaração do Imposto de Renda. O programa está disponível para download no site oficial da Receita.

    2. 2.

      Abra a ficha “Dependentes”: após abrir o programa, localize a ficha “Dependentes” e clique em “Novo”.

    3. 3.

      Informe os dados do dependente: na tela seguinte, preencha os dados do dependente, como nome completo, CPF e data de nascimento. Caso o dependente tenha menos de 8 anos de idade, é necessário informar a data de nascimento.

    4. 4.

      Indique a condição do dependente: em seguida, informe a condição do dependente, se ele é filho, enteado, cônjuge, pai, mãe, etc.

    5. 5.

      Informe a quantidade de meses em que o dependente esteve sob sua responsabilidade: nesse campo, é necessário informar quantos meses o dependente esteve sob sua responsabilidade durante o ano fiscal. Caso o dependente tenha passado o ano inteiro sob sua responsabilidade, informe 12 meses.

    6. 6.

      Informe o valor pago em pensão alimentícia: caso o dependente receba pensão alimentícia, informe o valor pago no campo correspondente.

    7. 7.

      Conclua o cadastro do dependente: após preencher todos os campos, basta clicar em “OK” para concluir o cadastro do dependente.

    Lembre-se de que é possível incluir até oito dependentes na declaração do Imposto de Renda. Além disso, é importante manter todos os documentos comprobatórios do vínculo com o dependente, como certidão de nascimento, documentos de custódia, comprovantes de despesas com educação e saúde, entre outros.

    Como excluir um dependente do Imposto de Renda?

    Como excluir um dependente do Imposto de Renda?

    Excluir um dependente na declaração do Imposto de Renda pode ser necessário em alguns casos, como quando o dependente passa a ter renda própria ou deixa de ser seu dependente. Se você precisa excluir um dependente na declaração do IR 2023, confira abaixo um passo a passo:

    1. 1.

      Acesse o programa da Receita Federal: o primeiro passo é acessar o programa da Receita Federal para preencher a declaração do Imposto de Renda. O programa está disponível para download no site oficial da Receita.

    2. 2.

      Abra a ficha “Dependentes”: após abrir o programa, localize a ficha “Dependentes” e clique na opção “Excluir”.

    3. 3.

      Selecione o dependente a ser excluído: na tela seguinte, selecione o dependente que deseja excluir da declaração.

    4. 4.

      Informe o motivo da exclusão: na tela seguinte, informe o motivo da exclusão do dependente, que pode ser por ter deixado de ser seu dependente, por ter falecido ou por outro motivo

    5. 5.

      Conclua a exclusão: após preencher todos os campos, basta clicar em “OK” para concluir a exclusão do dependente.

    Lembre-se que é a exclusão do dependente pode alterar o valor do imposto a pagar ou a restituir, por isso é importante estar atento às consequências dessa exclusão.

    PLANILHA CONTROLE GASTOS

    Quanto é possível deduzir no Imposto de Renda de cada dependente?

    Quanto é possível deduzir no Imposto de Renda de cada dependente?

    A inclusão de dependentes na declaração do Imposto de Renda pode reduzir o valor a pagar ou aumentar a restituição. Mas afinal, quanto é possível deduzir no Imposto de Renda por cada dependente?

    Para o ano de 2023, o valor máximo que pode ser abatido é de R$ 2.275,08 por dependente.

    No entanto, se possuir gastos com educação o valor máximo da dedução chega a R$ 3.561,50. Já para gastos com saúde, nao existe limite!

    Para exemplificar, se seu dependente está em idade escolar e estuda em escola particular, os gastos com a mensalidade da escola poderão ser deduzidos.

    Assim como, se ele ficou doente e teve despesas médicas imprevistas, esses gastos também podem ser deduzidos e você poderá pagar um menor valor de imposto.

    EBOOK GUIA IR

    Quais são os cuidados ao fazer a declaração de dependentes no IR?

    Quais são os cuidados ao fazer a declaração de dependentes no IR?

    Ainda que declarar um dependente faça com que o contribuinte pague menos imposto, é preciso tomar alguns cuidados neste processo.

    O primeiro deles é: apenas um dos pais pode declarar o filho como dependente. Ainda que o casal seja separado. Por isso, é importante que ambos conversem sobre o assunto e cheguem a um acordo antes de enviarem a declaração.

    Além disso, é preciso informar o CPF de todos os dependentes, inclusive crianças. Esta regra passou a vigorar em 2019.

    Por outro lado, outro ponto de atenção está na renda destes dependentes, que também precisa ser informada na DIRPF. Isso inclui os valores de estágio de filhos universitários e aposentadoria de pais e sogros.

    Portanto, isso faz com que nem sempre valha a pena inserir estas pessoas na declaração do IRPF, uma vez que a média de renda aumenta e pode, inclusive, puxar a alíquota IR para cima. O que torna o valor do IRRF insuficiente para atender à cobrança.

    Vale a pena incluir dependentes na declaração do IR?

    Vale a pena incluir dependentes na declaração do IR?

    Primeiramente, é preciso saber que deve-se avaliar cada caso. Uma vez que cada dependente dá direito a um desconto de mais de R$2000 no valor a seu pago, esse pode parecer uma medida positiva.

    Entretanto, os rendimentos desses dependentes também entram na declaração, e, caso eles sejam muito elevados, talvez não valha a pena incluir o dependente.

    Além disso, quando se declara algum dependente no próprio IR, todos os rendimentos dessa pessoa devem ser declarados também.

    Por exemplo, um carro ou algum outro bem ou propriedade, bem como seus rendimentos ao longo dos meses.

    Portanto, caso o dependente em questão possua muitos bens tributáveis, é possível que a carga tributária aumente e não seja interessante adicioná-lo na declaração.

    Por outro lado, dependentes com gastos com possibilidade de dedução (como saúde, educação e outros), o valor do imposto a ser pago pode acabar caindo. É possível também que o valor da restituição aumente.

    Foi possível saber mais sobre dependente? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

    EBOOK COMO ANALISAR UMA ACAO

    Suno
    Compartilhe sua opinião
    4 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Kristian E D Freitas 6 de abril de 2023

      Sou dependente da minha esposa na declaração de IR. Sou investidor da bolsa de valores, tenho que declarar todos os meus investimentos mesmo não atendo os critérios de obrigação da declaração para investidor? Pergunto isso porque no ano passado caímos na malha fina, eu estava saído do Exército, recebi apenas um salário no ano, pois em fevereiro eu já tinha saído do Exército. Então descobri que POR SER DEPENDENTE, qualquer centavo recebido eu teria que declarar. Penso que com os investimentos pode ser a mesma coisa, ou não?

      Responder
    • Edison Lemos 18 de maio de 2023

      Tenho dois filhos dependentes, que adquiriram em conjunto um apartamento em 2022, na proporção de 50% cada.

      Se Posso e como devo lançar na declaração de ajustes de 2023?

      Responder
    • almiro 17 de janeiro de 2024

      meu dependente teve uma renda de 8000 ano de 2023 , onde declaro isso?

      Responder
    • Ana 28 de janeiro de 2024

      Meu marido ganha uma média de 3000 por mês, e o plano de saúde dele é descontado do
      Meu salário é vantagem colocar ele no meu imposto de renda

      Responder