Lucas Tavares Lucas Tavares

Lucas Tavares

Perfil de Lucas Tavares
Nome Completo Lucas Tavares
Ocupação Diretor Executivo do iDinheiro e sócio do Méliuz
Site Oficial https://www.idinheiro.com.br/
Redes Sociais Linkedin

Biografia de Lucas Tavares

Quem é Lucas Tavares?

Lucas Tavares é Diretor Executivo do iDinheiro e sócio do Méliuz, primeira startup brasileira a abrir capital na Bolsa de Valores do Brasil (CASH3). Nascido no ano de 1991 na cidade de Matozinhos, Minas Gerais, teve seu primeiro negócio aos 14 anos de idade. Tratava-se de uma loja que vendia objetos diversos por R$ 1,99.

Aos 18 anos, Lucas Tavares mudou-se para Belo Horizonte ao ingressar na UFMG, cursando Engenharia Química. Em sua jornada estudantil, trabalhou por 2 anos como bolsista do Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear, instituição subordinada à Comissão Nacional de Energia Nuclear do Governo Federal. Em 2014, passou um ano da graduação estudando na California State University of Long Beach.

Em 2016, decidiu abandonar a Engenharia para trabalhar no mercado de tecnologia, ingressando no Méliuz. Na empresa, começou como estagiário de operações no time de e-commerce, depois migrou para o time de Marketing e, em seguida, desenvolveu estratégias de CRM da empresa. Um ano depois, migrou para o time de operações do varejo físico, trabalhando principalmente com pequenos e médios varejistas. 

Ao final de 2017, assumiu a coordenação de Operações e Comercial de pequenas e médias empresas a nível nacional e, em 2018, absorveu a operação com grandes varejistas, coordenando toda a operação da empresa no varejo físico. No mesmo ano, se tornou sócio da empresa.

Dois anos depois, em 2020, assumiu o cargo de empreendedor interno, com a função de desenvolver novos negócios. Em agosto do mesmo ano, foi o responsável por fundar o iDinheiro. 

Sobre o iDinheiro

O iDinheiro é uma das 6 empresas que fazem parte do Grupo CASH3 atualmente. A startup tem a missão de auxiliar milhões de brasileiros na contratação de serviços financeiros. Além de uma série de conteúdos educativos, a empresa oferece recomendações personalizadas, comparativos entre serviços e desenvolve calculadoras que fornecem informações relacionadas a questões trabalhistas como 13º salário, FGTS e férias.

Pouco mais de um ano após a sua idealização, o site ultrapassou os 3 milhões de acessos mensais. Atualmente, é parceiro de mais de 100 instituições financeiras como Santander, Bradesco, Itaú, Banco BTG e Rico, se posicionando como uma fonte confiável de informação para aqueles que desejam contratar serviços como cartões de crédito, empréstimos, abertura de contas, investimentos, dentre outros.

A empresa tem como objetivo ocupar um espaço que já é consolidado no mercado internacional, com empresas como MoneySuperMarket e o americano NerdWallet, mas que no Brasil ainda está em desenvolvimento. Uma pesquisa da Febraban aponta que, atualmente, existem 36 milhões de pessoas sem relacionamento com instituições bancárias no país.

É justamente nessa etapa do “funil” que o iDinheiro atua: ajudando bancos a aumentar a adesão a novos produtos, fintechs a atrair novos clientes e aumentar sua entrada no segmento e o consumidor final, que terá a segurança de fazer escolhas financeiras inteligentes. Hoje, o time conta com 31 pessoas e segue com uma série de oportunidades abertas para novos talentos. 

Sobre o Méliuz

O Méliuz é uma startup brasileira criada no ano de 2011, em Belo Horizonte, Minas Gerais. A empresa foi idealizada pelos sócios Ofli Guimarães e Israel Salmen que, em apenas um ano, conquistaram a participação da empresa no Startup Chile, programa de aceleração de startups do país vizinho. 

A proposta de negócio da empresa é oferecer cashback, conhecido no Brasil, também, pela expressão “dinheiro de volta”. Gratuitamente, o usuário da plataforma tem acesso à milhares de parceiros que oferecem parte do valor gasto nas compras em dinheiro de verdade depositado diretamente na conta bancária, além de cupons de desconto.

Em novembro de 2020, a empresa conquistou um grande marco em sua história: o IPO na Bolsa de Valores Brasileira (B3), sendo a primeira startup a ser listada. Menos de um ano depois, o Méliuz conquistou o título de Unicórnio, expressão que se refere às companhias que atingem valor de mercado superior a 1 bilhão de dólares. 

Outro ponto de destaque da startup mineira é a sua cultura organizacional. O termo “ganha ganha ganha” foi popularizado a partir da proposta de valor da empresa, que tem como objetivo gerar proposta de valor tanto para os estabelecimentos parceiros, colaboradores e cliente final. 

Gostou da história do Lucas Tavares? Comente abaixo.

Ler mais

Compartilhe sua opinião