Cristina Junqueira Cristina Junqueira

Cristina Junqueira

Perfil de Cristina Junqueira
Nome Completo Cristina Junqueira
Nascimento 1984
Local de Nascimento Ribeirão Preto, São Paulo
Filhos 2
Nacionalidade Brasileira
Formação Engenharia de produção
Ocupação Cofundadora do Nubank
Fortuna R$ 6,3 bilhões (2021)
Conhecido Como Cristina Junqueira
Estado Civil Casada
Redes Sociais Linkedin

Biografia de Cristina Junqueira

Quem é Cristina Junqueira?

Cristina Junqueira é co-fundadora do Nubank, o maior banco digital do mundo, com valor de mercado multibilionário, sobretudo após a estreia de sua IPO. Ela também é conhecida por sua trajetória profissional em grandes empresas como o Itaú Unibanco.

Cristina Junqueira foi a única brasileira a estar presente na lista Fortune 40 under 40 em 2020, sendo esse um dos principais reconhecimentos do mundo dos negócios. Do mesmo modo, a revista britânica FinTech Magazine elegeu Junqueira como a segunda mulher mais importante do mundo no universo das fintechs em março de 2021.

A criação do ranking “Top 100 Women in Fintech” veio para reconhecer a importância que muitas mulheres têm no desenvolvimento da indústria de serviços financeiros digitais. Assim, ela ganhou um reconhecimento mundial no mundo dos negócios e construiu um patrimônio pessoal considerável.

Biografia da Cristina Junqueira

Cristina Junqueira
Foto: Nubank/Divulgação

Cristina Junqueira nasceu na cidade de Ribeirão Preto, estado de São Paulo. Ainda muito jovem, se mudou com os pais para o Rio de Janeiro.

Após concluir o colegial e passar no vestibular, Cristina voltou para o estado de São Paulo para cursar engenharia de produção na USP – Universidade de São Paulo.

Em 2004, concluiu a graduação e, em ainda naquele ano, ingressou no mestrado na mesma instituição de ensino. Nesta mesma época, trabalhou como analista de sistemas no Unibanco e como consultora interna na Booz Allen Hamilton.

Já em 2007, Cristina se mudou para os Estados Unidos, onde estudou finanças e marketing na Northwestern Univesity.

Quando retornou ao Brasil, em 2008, assumiu o posto de superintendente de negócios no Itaú Unibanco, onde trabalhou por quase um ano na área de seguros para pequenas e médias empresas (PMEs).

Um ano depois, Junqueira se tornou head de produtos da LuizaCred, permanecendo no negócio por quase três anos.

Porém em 2012, a executiva retornou ao Itaú Unibanco para atuar na área de cartões da instituição financeira. Neste período, ela propôs ideias inovadoras para o segmento, contudo não obteve apoio interno.

Com isso, no início de 2013, ela deixou o Itaú Unibanco para fundar o Nubank.

Cristina Junqueira e o Nubank

Foto: Nubank/Divulgação

Em maio de 2013, Cristina Junqueira, David Vélez e Edward Wible fundaram o Nubank.

Assim como os sócios, a executiva entendia que os bancos do país cobravam altas taxas por um serviço aquém do valor. Por isso o projeto nasceu visando se contrapor as altas tarifas bancárias cobradas no Brasil.

Inicialmente, os três ficaram responsáveis por todas as atividades do negócio. Assim, David Vélez se tornou CEO do Nubank, enquanto Edward Wible era o CTO do grupo. Ao mesmo tempo, Junqueira trabalhava especialmente no atendimento.

Já em seus primeiros anos de existência, o Nubank conseguiu captar uma grande quantidade de clientes para o seu portfólio.

Assim, principalmente por conta das vantagens em relação ao concorrentes, como isenção de taxas de manutenção, o banco digital passou a crescer e a conquistar seu espaço no mercado brasileiro.

Tais fatores colocaram Cristina entre as principais executivas do país que após o IPO do Nubank atingiu uma fortuna estimada de R$ 6,3 bilhões.

Não à toa, Cristina Junqueira está presente em listas de principais lideranças empresariais do país, além de estar entre os brasileiros bilionários.

IPO do Nubank

Cristina Junqueira
Foto: Divulgação/ Nubank

Cristina Junqueira do Nubank se tornou uma das mulheres mais ricas do Brasil, sobretudo após o IPO. Com o início da jornada do Nubank na Bolsa de Nova York, Junqueira entrou para a curta lista de mulheres bilionárias no mundo e que construiu por conta própria seu gigantesco patrimônio.

O ano de 2021 terminou com um recorde de investimentos em fintechs e IPOs. Sendo assim, depois da estreia do Nubank na Bolsa de Valores de Nova York, as ações do banco tinham se valorizado cerca de 15%. Assim, sua avaliação chegou em cerca de US$ 41,5 bilhões naquela ocasião.

Como a participação societária da Cristina Junqueira no Nubank era de 2,9%, essa fatia estava valendo na ocasião cerca de US$ 1,3 bilhão. Enquanto isso, o CEO do Nubank, David Vélez, tinha 23%, com valor da época de US$ 10,2 bilhões.

O Nubank se tornou um dos bancos digitais mais populares do mundo, com mais de 40 milhões clientes até meados de 2021. Com a estreia na bolsa de valores, o Nubank chegou a valer mais que o Itaú Unibanco.

Vida pessoal da Cristina Junqueira

Quebrando diversos paradigmas, Cristina Junqueira se tornou a primeira mulher a atingir um patrimônio bilionário como empreendedora do setor financeiro. Do mesmo modo, se tornou a segunda mulher a alcançar a marca como empreendedora de modo geral.

As bilionárias que fizeram parte da lista da Forbes estão ligadas a empresas, mas todas tiveram até então heranças para chegar até lá. Sendo assim, a entrada do Nubank na bolsa de valores de Nova York não foi um marco histórico apenas para o banco digital, mas também para a representatividade feminina pelo mundo com Cristina Junqueira.

Em sua vida pessoal, Cristina Junqueira entrava em seu oitavo mês de gestação durante o mês de dezembro de 2021, coincidentemente ao momento de entrada do nubank na Bolsa de Valores. Desse modo, apesar de estar no final da gravidez, Cristina precisou participar de diversas reuniões e eventos importantes com o banco digital.

No ano de 2017, ela também precisou participar do mercado financeiro em sua gestação. O Nubank teve sua primeira captação de recursos durante este período, e ela precisou viajar para os EUA enquanto passava pelo sétimo mês de gravidez de sua primeira filha. Assim, a família da Cristina Junqueira foi construída, enquanto ela manteve sua carreira de sucesso com o Nubank.

O que achou da trajetória de vida de Cristina Junqueira? Deixe nos comentários a parte que mais chamou sua atenção.

Ler mais

Perfis Relacionados a Cristina Junqueira

Compartilhe sua opinião