acesso rápido

    Instituições financeiras: saiba o que são e conheça as principais do Brasil

    headerSP__illustration

    As instituições financeiras estão presentes no dia a dia de toda a população e apresentam um papel essencial dentro do arcabouço do Sistema Financeiro Nacional.

    Por essa razão e, para entender melhor como elas funcionam e impactam os vários setores da economia, é hora de saber o que são essas instituições financeiras e quais são os principais exemplos.

    O que são instituições financeiras?

    O que são instituições financeiras?

    As instituições financeiras são responsáveis pela captação de recursos e concessão de crédito na sociedade, além de atuarem também na intermediação da compra e venda de valores mobiliários.

    Em suma, essas instituições possuem como principal papel captar os recursos dos agentes superavitários, e então emprestá-los para os agentes deficitários. Esta transferência contribui para o desenvolvimento da economia nacional.

    Imagine, por exemplo, que um empresário possui a intenção de construir um shopping center em sua cidade.

    Este shopping, obviamente, irá trazer empregos. Tanto em seu processo de construção, quanto quando o mesmo estiver em funcionamento.

    Ao mesmo tempo, este shopping possui a capacidade de estimular o consumo na cidade. Favorecendo, dessa forma, o progresso econômico.

    Este empresário, no entanto, não possui recursos suficientes para construir todo o empreendimento. É neste momento que entra o papel de uma instituição financeira.

    O empresário pode acessar uma instituição para captar recursos e então colocar em prática o seu projeto. Emitindo, por exemplo, um CRI, que é um título de dívida.

    Em troca da concessão do crédito, esta instituição financeira espera receber os juros da dívida.

    Quando o projeto é bem planejado e bem executado, os lucros do empresário são mais que suficientes para pagar os juros da dívida. Assim, esta se torna uma situação favorável para todos os agentes envolvidos.

    Portanto, é com esse intuito que essas instituições operam no mercado.

    ANIVERSARIO SUNO 7 ANOS

    Qual a função de uma instituição financeira?

    Qual a função de uma instituição financeira?

    As instituições financeiras oferecem para os agentes superavitários, aqueles que possuem poupança e para os deficitários, aqueles que necessitam de recursos, uma infinidade de serviços.

    Dessa maneira, essas instituições podem realizar desde uma simples compensação bancária, até gerenciar os recursos de um cliente ou empresa.

    Assim, o principal papel das instituições financeiras no mercado é a intermediação das negociações entre os agentes da economia.

    Com isso, elas têm por função disponibilizar empréstimos, financiamentos e produtos de investimentos aos seus clientes, que podem acessar diversos serviços a partir de uma única conta.

    Portanto, se você precisar pagar uma conta, realizar uma transferência, alocar seus recursos em uma aplicação de renda fixa ou renda variável, irá passar por uma instituição financeira, que poderá ser desde um banco tradicional até uma fintech.

    EBOOK MANUAL INVESTIDOR

    Quais os tipos de instituições financeiras?

    Quais os tipos de instituições financeiras?

    No Brasil, pode-se classificar as instituições financeiras em basicamente 12 tipos, que vão desde os mais conhecidos do público até aqueles que tem um papel menor no dia a dia da população.

    Assim, destacam-se como as principais instituições financeiras no Brasil:

      1.       Bancos comerciais: são aqueles que a população utiliza no dia a dia para consultar saldo, adquirir empréstimos, financiamentos, seguros, entre outros produtos;

        2.       Bancos de investimento: apresentam foco total em operações relacionadas ao levantamento de recursos no mercado;

          3.       Bancos múltiplos: podem atuar ofertando serviços além da parte comercial, agregando investimentos ou câmbio;

            4.       Bancos de câmbio: responsáveis por realizar as negociações de moedas estrangeiras;

              5.       Bancos de Desenvolvimento: o maior exemplo é o BNDES, que é responsável por fomentar a economia via crédito mais barato e de longo prazo;

                6.       Cooperativas: as cooperativas de crédito funcionam de modo semelhante aos bancos comerciais, ofertando os mesmos serviços;

                  7.       Corretoras de Valores: são responsáveis pela intermediação da compra e venda de valores mobiliários, como ações, ETFs, títulos de renda fixa, entre outros.

                  Todas essas instituições devem respeitar as regulações tanto do Conselho Monetário Nacional, quanto do Banco Central e da Comissão de Valores Mobiliários, cada uma em seu setor de atuação.

                  VALUATION PRECIFICACAO DE ATIVOS

                  Exemplos de Instituições financeiras brasileiras

                  Exemplos de Instituições financeiras brasileiras
                  As instituições financeiras são reguladas pelo Banco Central

                  Existe uma série de instituições financeiras oficiais federais que compõem o Sistema Financeiro Nacional (SFN).

                  Mas o que seriam essas instituições financeiras oficiais federais?

                  São instituições que possuem o governo em sua composição acionária, como acionista controlador. São, portanto, consideradas empresas estatais. Elas se submetem às mesmas legislações dos seus pares privados.

                  No entanto, ao menos na teoria, elas deveriam desempenhar também um papel social. Ou seja, financiar de forma mais expressiva o desenvolvimento do país.

                  Alguns exemplos de instituições financeiras oficiais federais são:

                  • BNDES
                  • Caixa Econômica Federal
                  • Banco do Brasil

                  Na prática, no entanto, o que se vê é que muitas instituições fogem do seu propósito inicial.

                  Além disso, por possuírem o controle estatal, é comum que essas companhias apresentam um grau de efetividade menor do que os seus pares privados.

                  Um grande exemplo deste fato é o Banco do Brasil, que possui indicadores de rentabilidade inferiores aos de seus principais concorrentes.

                  Outras instituições financeiras

                  As demais instituições financeiras são todas aquelas geridas pela iniciativa privada. Elas são divididas em basicamente dois tipos:

                  1. As capazes de conceder crédito
                  2. As que não possuem permissão para conceder crédito

                  Aquelas que são capazes de conceder crédito são as mais conhecidas pela sociedade como um todo. O maior exemplo são os bancos comerciais.

                  Entretanto, existem outras instituições que se enquadram nessa classificação, como os bancos de investimentos e as cooperativas de crédito.

                  Por outro lado, as instituições não têm a capacidade de conceder crédito são empresas que atuam somente na intermediação dos negócios. O maior exemplo de instituição deste tipo são as corretoras de valores.

                  As corretoras agem como intermediárias nas operações em bolsa de valores, principalmente, tornando-as possíveis e mais efetivas. Dessa forma, são responsáveis por intermediar a compra e venda de ações e outros produtos de investimentos.

                  Fica claro, portanto, o papel essencial que as instituições financeiras desenvolvem no Sistema Financeiro Nacional e no país como um todo.

                  PLANILHA CONTROLE GASTOS

                  Perguntas frequentes sobre instituições financeiras
                  O que são instituições financeiras?

                  As instituições financeiras são responsáveis por intermediar as negociações entre os agentes da economia, seja via captação de recursos ou por meio da oferta de crédito ao mercado.

                  Quais os tipos de instituições financeiras

                  As instituições financeiras estão presentes no nosso dia a dia e são divididas em Bancos Comerciais, Bancos de Investimentos, Bancos Múltiplos, Corretoras de Valores Mobiliários, Cooperativas de Crédito, Seguradoras Fintechs, entre outras.

                  Tiago Reis
                  Compartilhe sua opinião
                  Nenhum comentário

                  O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *