Acesso Rápido

    Taxa de juros em 2021: confira as projeções da taxa Selic para 2021

    Taxa de juros em 2021: confira as projeções da taxa Selic para 2021

    A taxa básica de juros é um dos indicadores mais importantes para a economia nacional. Isto é, a taxa de juros em 2021 é importante para o desempenho da economia como um todo.

    Assim, a taxa de juros definida pelo Bacen, além de servir como parâmetro para as demais taxas no Brasil, possui papel importante sobre os investimentos. Ou seja, a taxa de juros em 2021 tende a impactar o ritmo da economia brasileira do próximo ano.

    Qual será a taxa de juros em 2021?

    A taxa de juros em 2021 será conhecido ao longo do ano de 2021. Isso ocorre porque a taxa básica efetiva só é conhecida ao final do ano.

    Todavia, o ponto principal a ser analisado para o ano de 2021 são as expectativas para a taxa de juros dos agentes de mercado. Essas expectativas impactam no mercado de crédito e inclusive em títulos de renda fixa.

    Para avaliar as expectativas com relação à taxa de juros, um dos melhores relatórios para essa análise é o Boletim Focus, que é divulgado pelo Banco Central semanalmente.

    O Boletim Focus, ou Relatório Focus, aglutina uma média das expectativas de variados agentes do mercado para uma série de indicadores econômicos.

    Entre os principais indicadores do Boletim Focus estão:

    Com relação às instituições que realizam as análises contempladas no Boletim Focus, essas são de várias frações da sociedade. Dessa forma, são contidos nesse relatórios expectativas de bancos comerciais e de investimentos, consultorias econômicas, universidades, entre outros.

    Guia de Economia para Investidores

    Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Previsão da taxa de juros em 2021

    É possível observar que a previsão para a taxa de juros em 2021 é de 3,00% ao final do ano a partir da imagem do ao último Boletim Focus divulgado.

    Além disso, é possível observar também que a expectativa para 2020 está em 2%, apenas 1,00% menor que a previsão para 2021, esses números próximos entre 2020 e 2021 apresentam uma estabilidade do nível de juros no Brasil.

    Desse modo, além de analisar as expectativas do mercado para o próximo ano, é importante também acompanhar as mudanças na meta da taxa Selic ao longo do ano de 2021.

    O acompanhamento ao longo do ano permitem analisar se a taxa de juros efetiva está em consonância com as expectativas anunciadas pelo mercado.

    A análise das expectativas da taxa de juros e também o acompanhamento ao longo do ano tendem a contribuir para o investidor no momento de analisar os investimentos a serem realizados.

    Nesse sentido, o Boletim Focus acaba sendo o principal meio de informação sobre as expectativas, visto sua credibilidade e por conter as expectativas de mais de 100 empresas.

    Portanto, mudanças na expectativa da taxa de juros em 2021, podem indicar alterações inclusive em outros indicadores econômicos. Um bom exemplo acerca disso é o ano de 2020.

    Com a crise deflagrada pela pandemia do Coronavírus, a economia brasileira em consonância com a economia mundial teve uma alteração brusca, o que impactou na taxa Selic.

    O que pode alterar a previsão para a taxa de juros do Brasil em 2021?

    Mesmo com a alta credibilidade do Boletim Focus e também das instituições que fornecem as expectativas para esse relatório, alterações nas expectativas para a taxa de juros e indicadores econômicos é factível.

    Portanto, é importante ter ciência dos principais fatores que podem gerar uma alteração nessas expectativas.

    Um dos principais fatores que podem impactar mudanças na previsão para a taxa Selic é a previsão da inflação para 2021, visto que a taxa básica de juros é utilizado para perseguir as metas de inflação.

    Além disso, alterações nas expectativas para a economia brasileira ou eventos inesperados a nível internacional também podem impactar nas previsões do mercado.

    Fatores que podem gerar redução nas expectativa da taxa de juros

    Em geral, reduções na taxa Selic meta além do esperado são utilizadas em cenários nos quais a economia precisa de uma injeção de consumo.

    Como essa é a taxa que serve de parâmetro para as demais taxas de juros no mercado como um todo, uma redução na taxa Selic tende a alavancar o mercado de crédito com o objetivo de aumentar investimentos e consumo.

    Esse mecanismo costuma ser utilizado caso seja deflagrada uma grande crise. Um bom exemplo de períodos que as taxas foram reduzidas além do esperado, foram justamente logo após a crise de 2008 e também após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar o mundo estava sob a pandemia do Coronavírus e recomendar o distanciamento social.

    Contudo, um fator que sempre é analisado em conjunto antes de definir a redução da taxa básica de juros é a expectativa de inflação.

    Caso a inflação não esteja sob controle, o movimento de redução da taxa de juros provavelmente será contido, visto que o aumento do crédito e também da demanda pode gerar uma pressão inflacionária.

    E-book: Comece a Investir na Bolsa

    Comece a investir! Saiba tudo que você precisa saber para dar os seus primeiros passos na Bolsa com o nosso Manual Gratuito do Investidor Iniciante!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Fatores que podem gerar aumento na expectativa da taxa de juros

    O aumento na taxa de juros além das expectativas pode ser ocasionado por diferentes fatores. Sendo que os principais são:

    • Expectativa de aumento da inflação;
    • Crise em outros países.

    Como a taxa de juros é um dos principais mecanismos para alcançar as metas de inflação, uma expectativa de alta no índice de preços tende a gerar uma elevação nas expectativas para a taxa básica de juros.

    Isso ocorre justamente porque a autoridade monetária (Bacen) tende a elevar a taxa de juros quando a inflação está em alta, o objetivo desse movimento é conter a demanda a partir do encarecimento do crédito.

    Outro fator comum que pode gerar uma elevação inesperada da taxa de juros, são fatores externos ao Brasil. Entre esses fatores externos estão crises em outros países, especialmente países emergentes, ou elevações na taxa de juros dos Estados Unidos.

    Esse aumento no juros é realizado porque crises em outros países emergentes pode levar a uma fuga de capitais do Brasil, portanto, a elevação dos juros torna o país mais atrativo para os investidores estrangeiros.

    Isto é, a mesma lógica funciona para quando os Estados Unidos eleva a sua taxa de juros, nesse caso a elevação da taxa Selic serve para manter o diferencial de juros no mesmo patamar.

    Portanto, independente do cenário é essencial avaliar tanto os indicadores econômicos da economia brasileira como também de eventos no exterior que possam impactar a taxa de juros em 2021.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *