Paulo Veras Paulo Veras

Paulo Veras

Perfil de Paulo Veras
Nome Completo Paulo Veras
Nacionalidade Brasileiro
Formação Engenharia mecatrônica
Ocupação Cofundador da 99
Conhecido Como Paulo Veras

Biografia de Paulo Veras

Quem é Paulo Veras?

Paulo Veras é um empreendedor brasileiro conhecido por ser cofundador do aplicativo 99, primeira startup do país a alcançar o posto de unicórnio, ou seja, ser avaliada em mais de US$1 bilhão.

Além disso, Paulo Veras possui uma rica história como empreendedor, tendo passado por outras empresas antes de ser o criador da 99.

Caminho que o colocou como um dos empresários de maior destaque do país na última década.

Além de sua trajetória profissional de sucesso, ele é autor do livro Unicórnio verde-amarelo: Como a 99 se tornou uma start-up de um bilhão de dólares.

História de Paulo Veras

Paulo Veras nasceu em 1972 e com apenas 10 anos de idade aprendeu programação no computador do amigo.

Ainda muito jovem, Veras já se interessava por assuntos ligados à tecnologia e era fascinado por computadores e inovação.

Seu pai sempre o incentivava a seguir o caminho do empreendedorismo e, naquela época, ele considerava Steve Jobs como referência no assunto.

Por conta disso, nos anos 90, Veras ingressou no curso de engenharia mecatrônica da Universidade de São Paulo (USP).

Um de seus primeiros projetos foi um software de gestão de clínicas de saúde. Contudo, por falta de experiência, ele não aproveitou o campo da forma correta e deixou a oportunidade passar.

No início de sua trajetória profissional, Paulo se juntou a amigos para realizar projetos de tecnologia voltados para diferentes setores.

Simultaneamente, trabalhava na Asea Brown Boveri (ABB), empresa multinacional ligada a energia e automação.

Apesar de ter sido contratado pela companhia como engenheiro após a sua graduação, Paulo ainda pensava em alternativas de empreender na área de tecnologia.

Assim, em 1995, junto com seus amigos, Veras criou uma empresa de webdesing chamada Tesla. O objetivo era começar a desenvolver sites e e-commerces em uma época que poucas pessoas utilizam a internet.

Nesse período, ele ainda trabalhava na ABB e por conta das demandas na Tesla, decidiu sair do emprego e se dedicar em tempo integral na empresa de webdesing.

Ele tinha 22 anos, quando resolveu seguir o caminho do empreendedorismo e largar a carreira considerada como estável e previsível.

Visando se manter competitivo no mercado, Paulo Veras realizou uma MBA na INSEAD, instituição de ensino francesa.

Ao voltar do MBA, Veras percebeu que o modelo de negócio não fazia mais sentido para ele e decidiu sair do empreendimento.

Posteriormente a sua saída da Tesla, Veras ingressou na Endeavor, onde começou a ganhar destaque no mercado. Durante cerca de cinco anos, o executivo ocupou papel de liderança dentro do negócio.

Em 2008, Paulo deixou a Endeavor e voltou a focar em projetos próprios.

Paulo Veras e a 99

99
Foto: Divulgação/99

Em 2010, Veras criou a plataforma de compra coletiva Imperdível. Contudo, o próprio acreditava que o segmento não traria bons retornos no longo prazo.

Fator que o fez deixar o negócio e ingressar na startup Ebah, negócio voltado para o compartilhamento de material acadêmica.

Foi no período que ele conheceu Renato Freitas e Ariel Lambrecht. Juntos os três começaram a formalizar a ideia do Aplicativo 99. O objetivo principal era aproveitar o mercado de transporte privativo no país.

Conforme o projeto ficou pronto, os três investiram um total de R$100 mil para a startup rodar em seu primeiro ano.

O início da empresa foi complicado, especialmente após a entrada do Uber no mercado nacional.

Contudo, em 2015, a empresa recebeu aportes que a permitiu competir em um mercado que estava em ampla expansão. Não à toa, em 2017, a 99 se tornou o primeiro unicórnio do Brasil.

Naquele ano, o grupo foi vendido por cerca de US$1 bilhão para multinacional chinesa Didi Chuxing.

Assim, toda essa trajetória, Paulo conta em seu livro Unicórnio Verde-Amerelo, obra lançada em 2020.

Entre os assuntos tocados no livro por Paulo Veras ele destaca pontos importantes na hora de se manter competitivo no mercado.

Ler mais

Compartilhe sua opinião