Marcelo Spinelli Marcelo Spinelli

Marcelo Spinelli

Perfil de Marcelo Spinelli
Nome Completo Marcelo Magistrini Spinelli
Local de Nascimento Brasil
Nacionalidade Brasileira
Formação Engenharia de produção
Ocupação Diretor executivo da Vale
Conhecido Como Marcelo Spinelli

Biografia de Marcelo Spinelli

Quem é Marcelo Spinelli

Marcelo Spinelli é diretor executivo de Minerais Ferrosos e Carvão da Vale (VALE3), uma das maiores empresas de mineração do mundo, porém que teve seu nome arranhado após estar envolvida nos desastres de Mariana e Brumadinho.

Antes de assumir o posto na ala de Minerais Ferrosos e Carvão, Marcelo Spinelli ganhou destaque por sua atuação na VLI Logística, grupo do ramo de logística e no qual a Vale é acionista.

Formado em engenharia de produção e com especialização na área de marketing, Marcelo tem a maior parte de sua carreira voltada à Vale.

Além disso, o executivo teve passagens pela Brahma, além de ter sido presidente da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) de 2007 até 2019.

Trajetória de Marcelo Spinelli

Marcelo Spinelli

Marcelo Magistrini Spinelli se formou em engenharia de produção na Universidade de São Paulo (USP). Graduação que realizou entre 1992 e 1996.

Em seu período de faculdade, Marcelo também realizou um curso de especialização na área de marketing pela ESPM.

No campo acadêmico, Spinelli ainda possui especialização na área administrativa, tendo estudado entre os anos 2005 e 2007, no Massachusetts Institute of Technology (MIT), na Universidade Northwestern e na escola de negócios do IMD.

Marcelo começou sua carreira profissional em seu último ano de graduação, em 1997, como trainee da Brahma. Na empresa ele permaneceu por mais três anos, tendo ocupado as funções de coordenador e analista.

Em 2000, Spinelli deixou a Brahma e assumiu a função de gerência do Submarino, empresa que ficou até 2002.

Em 2002, Marcelo ‘iniciou’ sua trajetória na Vale. Na época o empresário assumiu o posto de gerente comercial de logística da empresa, função que ocupou até 2005.

Naquele ano, ele foi transferido para área de portos da Vale, sendo gerente por quase dois anos.

Em fevereiro de 2007, Spinelli foi promovido como diretor da área comercial de logística. No final de 2010, o executivo recebeu outra promoção, passando a ocupar a função de diretor de logística do grupo.

Aproveitando sua experiência no campo de logística, em julho de 2011, Marcelo assumiu o posto de diretor presidente da VLI Logística, grupo que atua na área de logística marinha e ferroviária e que tem a Vale como uma das suas acionistas.

Spinelli permaneceu no grupo até maio de 2019, quando deixou sua função para assumir o posto de diretor da Vale.

Marcelo Spinelli e a Vale

Marcelo Spinelli

Em maio de 2019, Marcelo assumiu o posto de diretor executivo de Minerais Ferrosos e Carvão da Vale, função ocupada anteriormente por Claudio de Oliveira Alves.

Entre os motivos para o troca, o principal foi o rompimento da barragem da empresa em Brumadinho (MG), caso que causou mais de uma centena de mortes e que causou destruição na região.

Mesmo com o poder financeiro da Vale, o grupo sofreu muita pressão. Ainda mais por este caso não ser isolado e em 2015, a barragem de Mariana, outra com envolvimento da multinacional, ter rompido.

Fatores que aumentaram a pressão sob Spinelli. Ainda assim, a escolha do executivo agradou o mercado, que desde que assumiu a posição de diretor de ferrosos da mineradora, visa uma política de recuperação de danos.

O sucesso da gestão de Marcelo Spinelli é um dos pontos importantes para o crescimento da multinacional. Para entender como funcional o faturamento da Vale, leia o artigo da Suno sobre o tema. 

Ler mais

Compartilhe sua opinião