Como declarar BDR no Imposto de Renda em 2023? Passo a passo

Embora muita gente tenha dúvidas sobre como declarar BDR no imposto de renda, a verdade é que fazer isso não tem segredo.

Assim, na hora de fazer o imposto de renda é importante saber como declarar BDR, principalmente quem já investe ou deseja investir nesse tipo de aplicação para acessar as ações de empresas negociadas na bolsa americana como a Nasdaq ou NYSE.

EBOOK GUIA IR

Quem precisa declarar BDRs no Imposto de Renda 2023?

De acordo com as novas regras, a obrigatoriedade recai apenas sobre quem vendeu ativos de renda variável em Bolsa ou assemelhadas em 2022 que somados dão mais de R$ 40 mil ou teve ganho líquido sujeito a tributação.

No entanto, é importante destacar que se o custo de aquisição do BDR for igual ou superior a R$ 1.000,00, ou se recebeu dividendos, também é necessário informá-lo na declaração.

Apesar da não obrigatoriedade, é recomendado fazer a declaração com todas as informações, incluindo as BDRs, para manter um registro histórico da operação. Fique atento aos critérios da Receita Federal para não deixar de cumprir suas obrigações fiscais.

EBOOK 10 LIVROS

Como declarar BDRs?

Para o investidor que deseja saber como declarar BDR IRPF 2023 é fundamental seguir o passo a passo do site da Receita Federal. Além disso, é necessário saber como funciona a tributação das BDRs para não cair na malha fina.

Assim, antes de saber todos os detalhes sobre a declaração do IR, vale compreender melhor o que são BDR. Logo, BDR (Brazilian Depositary Receipts) é um certificado de depósito de ações estrangeiras negociado na bolsa brasileira (B3).

Ou seja, no momento da compra, o investidor está adquirindo um certificado garantido por instituições financeiras que é lastreado em uma determinada ação. Portanto, não está comprando a ação em si.

Confira agora passo a passo para declarar BDR no Imposto de Renda:

  1. 1.

    Solicite o informe de rendimentos na instituição que negociou os títulos.

  2. 2.

    Acesse a aba “Bens e Direitos” da sua declaração.

  3. 3.

    Clique no botão “novo” para incluir um investimento, ou então “editar” para mudar a posição dele.

  4. 4.

    Selecione o código “49 – Outras aplicações e investimentos” e escolha a sua localização.

  5. 5.

    Na discriminação, informe a quantidade de BDR´s, o nome da empresa (ticket) e a corretora utilizada.

  6. 6.

    Coloque a situação em 31 de dezembro do ano anterior e depois a situação no dia 31 de dezembro do ano que está declarando, igual é feito com as ações.

  7. 7.

    Informe o valor do custo de aquisição atualizado na data 31/12 calculado pela média ponderada, caso haja mais de uma compra ao ano do mesmo BDR, mesma corretora. O CNPJ informado é o da instituição depositária.

  8. 8.

    Se vendeu algum BDR ao longo do ano, informe o resultado total do mês com vendas, seja lucro ou prejuízo, no menu renda variável da Declaração Anual.

  9. 9.

    Importe os dividendos provenientes das BDR´s do programa do carnê-leão, onde são lançados mensalmente.

EBOOK GRATUITO INVESTINDO NO EXTERIOR

Como declarar dividendos de BDR no Imposto de Renda 2023?

Os dividendos provenientes de BDR´s são tributados de acordo com a tabela progressiva do IR, até o limite de 27,5%, sendo:

Base de cálculo (R$)Alíquota
De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,657,5%
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,55 15%
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,5%
acima de R$ 4.664,68 27,5%

O recolhimento também é feito via carnê-leão pelo próprio contribuinte no mês subsequente ao qual foi recebido o dividendo do BDR.

É importante destacar que no Brasil é calculada também a taxa da instituição depositária, que varia de 3% a 5% sobre o recebimento dos dividendos.

Como o lançamento é feito no programa do carnê leão, na hora de fazer a declaração de BDR basta importar os dados.

Foi possível entender como declarar BDR? Então deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais.

PLANILHA DA VIDA FINANCEIRA

ACESSO RÁPIDO
    Gabriela Mosmann
    Contadora da Bolsa - Alice Porto
    Compartilhe sua opinião
    16 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Sergio Alves 29 de maio de 2021
      Muito interessante o artigo. A questão da tabela de % do IR sobre dividendos eu desconhecia. Sobre o recolhimento de IR nos dividendos, será utilizado então o carnê-leão, mas qual o código (0190 como se fosse aluguel de imóvel) a ser utilizado? Ou continuo utilizando o Código 6015 (ações e FIIs)? Aonde lançaria as vendas das BDRs na Declaração Anual? No mesmo local para Ações (Operações Comuns e Day-trade) ou tem um local específico?Responder
    • AMAURI 9 de março de 2022
      NA ABA DE BENS E DIRITOS NÃO EXISTE O CÓDIGO 49Responder
      • Hèlio 10 de março de 2022
        GRUPO 4 E CÓDIGO 4. FIZ ASSIMResponder
        • Ademir Zvang 31 de maio de 2022
          também não estava achando , ai vi o seu post aqui Helio ...muito obrigado por informar esssa informaçãoResponder
      • Alexsandro 15 de março de 2022
        O programa IRRF foi atualizado, Grupo 04 / Código 04, procura nesse.Responder
    • Márcia 10 de março de 2022
      Boa tarde! Não recebi meu informe de rendimento. CPF. 045.384.218.63 Márcia Cristina da Silva Garcia AguardoResponder
    • Fred 17 de março de 2022
      Não fiz o recolhimento via carne leão pois a soma dos dividendos fica abaixo do valor mínimo de R$ 1.903,99 para a base de cálculo. Como devo proceder?Responder
      • Nery Neto 25 de março de 2022
        Olá Fred. Os dividendos recebidos no exterior, sejam de BDRs ou de stocks e REITs precisam ser declarados, mesmo abaixo de 1.903,99/mês. Você pode informar esses dados manualmente pelo programa da Receita Federal ou pelo eCAC no carnê leão. Uma vantagem de lançar no carnê-leão é que você pode contabilizar os outras receitas sujeitas a tabela, como aluguel de imóveis e receita de autonomos. Outro benefício é que você pode usar algum sistema, como o app.dlombelloplanilhas.com para exportar esses dados para o Carnê-leão Web e depois importar o que estiver no Carnê-leão Web para o programa da Receita. Você não vai ser obrigado a pagar mais imposto de renda na BDR, caso esteja abaixo do limite da alíquota mínima de 1.903,99/mês a declaração é necessária para justificar o fluxo de $ para o seu patrimônio.Responder
    • Marcos 22 de março de 2022
      Pra você passar do limite de isenção (R$ 1900) teria que ter mais de 200 mil em média investidos em BDRs. No meu entendimento, quem recebeu menos que R$ 1900 em dividendos no mês não precisa emitir Darf no carnê-leão, logo, importar dados do programa carnê leão não será possível. Ou seja, a matéria só ajuda milionários (tô considerando milionários porque ninguém tem 200K investidos somente em BDRs sem diversificar para outras modalidades como ações, fiis etc), só que esses milionários pagam contadores para fazer suas declarações... já eu que tenho 20 Reais de dividendos pra declarar, tenho que descobrir sozinho como fazer, pois a matéria só ensina a importar dados do carnê-leão e ignora todo mundo que se enquadra no limite de isenção.Responder
      • Nery Neto 25 de março de 2022
        Olá Marcos. Os dividendos recebidos no exterior, sejam de BDRs ou de stocks e REITs precisam ser declarados, mesmo abaixo de 1.903,99/mês. Você não vai ser obrigado a pagar mais imposto de renda na BDR, caso esteja abaixo do limite da alíquota mínima de 1.903,99/mês a declaração é necessária para justificar o fluxo de $ para o seu patrimônio. Você pode informar esses dados manualmente pelo programa da Receita Federal, acessando a área "Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física e do Exterior pelo Titular" e depois em na guia "Outras informações" e informar o TOTAL recebido em cada mês na coluna "Exterior". Outra opção é pelo eCAC no carnê-leão. Uma vantagem de lançar no carnê-leão é que você pode contabilizar os outras receitas sujeitas à tabela, como aluguel de imóveis e receita de autônomos. Outro benefício é que você pode usar algum sistema para exportar esses dados para o Carnê-leão Web e depois importar o que estiver no Carnê-leão Web para o programa da Receita. Ai o programa da Receita Federal vai pedir para você acessar pelo gov.br e vai importar os dados que você informou lá no Carnê-Leão Web. Espero ter ajudado.Responder
    • Ricardo Santos Guimarães 23 de março de 2022
      O BB tem fundos FIA ETF e BDR. Qual é o endereço? Exemplo: Fundo ações BB Asiáticas BDR. Outro: Fundo BB FIA alocação ETF? Na aba lucro/prejuízo declara como day trade?Responder
      • Nery Neto 25 de março de 2022
        Olá Ricardo. Está me parecendo que você não investiu nos BDRs, mas sim o Fundo, correto. Se vc aplicou no fundo que investe em BDR você está exposto a renda variável, mas não adquiriu ativos de renda variável diretamente. Você vai poder declarar em bens e direitos como fundo de investimento, mas não entra no menu Renda Variável do programa da Receita. O informativo da sua corretora deve ter essas informações com mais precisão. Espero ter ajudado!Responder
    • Claudio Trindade 24 de março de 2022
      Se invisto em BDR dos EUA e o governo americano já descontou 30% do dividendo, por quê, então, tenho ainda que pagar IR conforme essa tabela progressiva que vcs mostraram? Quer dizer que fui tributado lá fora e agora estou sendo tributado novamente pela Receita Federal? E o acordo Brasil e EUA para evitar a bitributação entra onde?Responder
      • Edson 21 de maio de 2023
        Mesma dúvida aqui. Alguém saberia responder?Responder
    • [email protected] 3 de maio de 2022
      Preciso declarar os dividendos a BDR B1TI34, porém não consigo localizar o informe de rendimento da empresa.Responder
    • Kenny 17 de outubro de 2022
      Olá, tenho uma unidade de BDR e ganhei o primeiro dividendo, esse mês, de 0,35 centavos, tem que emitir darf? Como declarar? O que eu faço?Responder